Delírios de consumo: de volta à ativa!

abril 4, 2012 às 11:30 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , ,

Por Alissa Ferreira

Depois de muita abstinência, finalmente, voltei à ativa e fiz compras!!! Sábado fui ao shopping com a minha mãe almoçar… caminhadas vão, caminhadas vêm, entramos em algumas lojas, olhamos, paquerei algumas peças, até que enfim resolvi que estava merecendo fazer o que mais gosto na vida!

Entrei nas lojas que mais me interessavam e fui vasculhando todas as araras, de cabo a rabo, de rabo a cabo, pegando todas as peças que eu gostava. E para minha sorte – ou azar do meu pai – a vendedora da Toli foi um amor de pessoa. Super paciente e, realmente, disposta a vender, ela trouxe todo o estoque abaixo para mim! Passei horas provando milhares de peças, de blusinhas básicas a calças de tecido (coisa que eu nunca usei na vida! haha).

Ah, como eu estava precisando de um dia como esse.. Mesmo tendo que desistir de algumas roupinhas lindas para não fazer meu pai gastar mais de R$1000 em uma única compra, foi tudo ótimo! Saí da loja com quatro peças novas para o meu armário. Sem contar, no biquine LINDO que comprei na Água de Coco.

Ainda almocei um camarão dos deuses, tomei aquele sundae delícia da mc donald’s… Fiz a festa, literalmente! Só não deu para entrar nas minhas amadas lojas de sapatos e bolsas. Os gastos já haviam sido grandes demais, para mais uma compra “violenta”. Ficou para a próxima e uma coisa eu garanto: a próxima não vai demorar nada!

O vestido amarelo

março 26, 2012 às 9:42 pm | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , , ,

Um baile de formatura a sua espera há mais de um mês. Não, você não é formanda, mas sua amiga é. Sim, você planeja seu look há anos luz, assim como ela. Você também fala em cabelo, em sandália, em caneca, em maquiagem, em senha. Chega a semana do grande dia, você escolheu um vestido amarelo, um que aguardava ansioso o dia para ser usado, as costas de renda faziam toda diferença. Cabelo planejado, melhor prender, já que valoriza o modelo. Primeira surpresa, a cabeleireira de sempre não está disponível. Buscas, buscas e enfim, solução. Tudo feliz.

Um dia antes manda passar a roupa e deixa pendurada no cabine. Faz cabelo, se maquia, pega o vestido amarelo e? Renda queimada, isso mesmo, um buraco se instalou no meu querido vestido e sem aviso prévio. Estresse, confusão, correria. Acha o outro, de cores primárias – preto e branco – e que combina com a sandália e bolsa pensados antes. Sair de casa muito muito puta – desculpa a palavra, mas foi assim –  e pensar insistente numa solução para aquele buraco infeliz.

Esquecer o assunto, ir à festa, se divertir, ser feliz. Festa linda, amiga linda, pessoas incríveis. E o vestido amarelo? Continua lá com um buraco infeliz. Entenderam? Uma roupa não tira sorriso, só se você deixar. Pode dar sorriso, quando a gente consegue comprar aquela desejado por séculos ou até ameniza tristezas em dias  de tpm, mas não, não tira felicidade.

Tá bom, eu confesso. Ainda vou dar um jeito naquele buraco infeliz, mas que a noite foi feliz mesmo de preto e branco, foi.

😉

Gabi

Quem quer ser musa?!

março 19, 2012 às 6:53 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , ,

Gente, a Avon está promovendo o concurso nacional bem legal, o Musas Águas e Brisas. Adivinha a primeira cidade que está selecionando a mulherada? Recife! A Barraca do Pezão, na praia de Boa Viagem, recebe as meninas com uma equipe de promotores que dão uma canga para as moças. Se a então garota de praia topar concorrer, basta posar com a canga para uma foto que será postada no Facebook da Avon Brasil, quem tiver mais “likes” será eleita a musa da semana. Cada semana tem uma nova musa que concorre ao prêmio final (por mês).

E sabe quais os prêmios? A musa do mês ganha um Samsung Galaxy Tab (uhuu) e a da semana um kit avon: maleta rosa com 3 perfumes, 4 esmaltes e maquiagem. A blogueira aqui ganhou um kit com a canga e umas coisinhas, olha que bacana.

Os perfumes são uma delícia – todas disputando aqui em casa – e os esmaltes bem verão, além da canga de “musa”. Bom, agora é correr a praia no fim de semana até o dia 01 de abril  e concorrer aos prêmios. Boa sorte, suas lindas.

😉

Gabi

 

Delírios de consumo: abstinência

março 16, 2012 às 11:55 am | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , , ,

Não poder fazer o que se tem vontade de fazer não é das melhores coisas do mundo, ainda mais quando essa tal coisa pode ser considerada um vício. Desde o início do ano não vou ao shopping ou a uma loja qualquer fazer compras, estou completamente em um período de abstinência.

Comprar Avon não é a mesma coisa – semana passada, por exemplo, gastei mais de R$100 com produtos daquelas revistinhas malditas que me enchem de tentação, mesmo sabendo que não são os melhores cosméticos do mundo.

Roupas, sapatos, bolsas. É disso que eu realmente preciso. Fui ao cinema com o boyfriend segunda-feira e quase que não consigo andar por aqueles corredores cheios de lojas que eu daria tudo para entrar e fazer a festa. A minha festa. Foi bem triste.

Mas eu prometi a mim mesma – e ao meu pai também – que tentaria me controlar por algum tempo, mas, tenho que revelar que esse tempo está se esgotando. Em abril pretendo voltar à ativa, com o meu primeiro novo salário do novo emprego! Oba! Como eu espero por esse dia…

Todos os dias quando estou chegando em casa, vejo a vitrine da loja ao lado do meu prédio, uma das minhas lojas prediletas, cheia de novidades e eu sem poder entrar. Um dia desses, me peguei babando na frente da vitrine, com um anjinho me mandando apenas olhar e voltar para casa e um diabinho me mandando entrar, chutar o pau da barraca e detonar no cartão. O anjinho venceu. Mas não por muito tempo… disso eu tenho certeza!

Sabe aquela coisa de Alcoólicos Anônimos? Acho que estou precisando de um “Compradores Compulsivos Anônimos” para contar minha história de tentações e abstinência e receber o apoio de loucas compulsivas como eu. Mas enquanto não chego a esse ponto, vou contando a vocês minhas peripécias e vou ficando por aqui sonhando com o shopping e com o dia que voltarei à ativa.

Por Alissa Ferreira

Cliques que valem: charme à la française

março 12, 2012 às 1:31 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Lendo meus livros de referência, redescobri uma das mulheres mais admiráveis do mundo e que ganhou até bolsa com nome dela. Jane Birkin, atriz e cantora, inspiração da bolsa Hermès mais amada e cobiçada do mundo fashion luxuoso, a Birkin. Mas, Jane não é dessas que se importam com o preço, a marca, o status. Aí está a graça da inglesa mais francesa que existe. Deve ter sido os ares franceses, os tempos de mulher de Serge Gainsbourg ou porque ela nasceu assim mesmo com um charme francês incrível e uma simplicidade de babar. Achei essa foto linda, tirada nos anos 70, um clique e tanto, né?

Aí você vê a pessoa de jeans, camiseta e trança e deseja estar igual a ela. Não é algo como Carla Bruni?! O que danado a França tem me pergunto que faz essas mágicas, tudo que é simples vira cobiçado. Ai ai.

Essa aqui é Jane com Charlotte, a filha também cantora e atriz. A danada nascida em Londres também tem um charme française, e mais: já ganhou a admiração das francesas. Ô genética!

Lindas, atemporais e sem afetação. ❤

😉

Gabi

Hoje é dia de comemorar!

março 9, 2012 às 12:31 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Hoje não é dia de falar em consumo propriamente dito, mas sim, falar de realização e festa! Hoje o blog faz três aninhos de vida! E como cresceu! Cresceu, amadureceu e apareceu.

Graças às graças da minha linda amiga Gabi Albuquerque o blog ganhou seu espaço num mercado já tão saturado. Mas, é lei: coisa boa cai mesmo nas graças do público e é esse o ponto alto daqui: informação e entretenimento de qualidade que chama atenção dos aficionados – ou não – por moda e bom gosto.

Sou muito grata por ter ganho um espaço tão especial por aqui, por ter sido convidada a fazer parte de um projeto tão legal e feito com tanto carinho e dedicação. Obrigada, amiga! Quando precisar de uma colunista para qualquer outro grande projeto, pode ter certeza que eu vou ser a primeira a querer fazer parte!

Quero desejar ao blog um Feliz Aniversário e tudo aquilo de praxe: muitos anos de vida e muito sucesso! Três anos e sei que ainda temos muito que oferecer aos leitores. Tenho certeza que novos projetos virão e muito mais sucesso também. E eu estarei aqui para comemorar junto!

Dando-me a chance de me contradizer, garanto que hoje é dia de consumo sim! Bolo, brigadeiro e guaraná! Viva o Blog!

E mais uma vez, parabéns Gabi!

Uma fatia Chanel não faz mal a ninguém!

Um beijo da sua colunista ruiva,

Alissa Ferreira

Três anos, três vezes felicidades

março 9, 2012 às 12:16 pm | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , ,

Começou assim sem querer querendo, como coisa boba, apenas uma válvula de escape, um jeito de escrever mais. Mas aí, foi virando amor, sabe? Como qualquer relação bacana, sadia, foi ganhando força, ganhando espaço, minha vida, meus dias. Os momentos em que pensei em desistir foram vários, deixar para trás, desamar. Não se desama, aprendi. Como deixar de lado tanta história, dedicação? Era mais forte que eu, é mais forte que eu. Hoje, o blog faz três anos, eu chamaria de filho, mas não pede leite nem precisa nanar, então é mais coisa minha mesmo, me mantém nesse mundo fashion maluco e vaidoso.

Eu pensei em fazer promoção, sorteio, dias de beleza, festas, mas não seria o gabialbuquerque nem a Gabi com essa proposta cheia de avessos pra isso daqui. O espaço que hoje tem tanto comportamento que às vezes a moda fica meio de lado, é para vocês se identificarem, acalmarem o coração, saírem do casulo, dessa chatice constante de classificações, regras e bla bla bla. Eu gosto mesmo de vida real, de bolsa que rasga, de saia que voa, calça apertada, o dia da cor que não deu certo, branco demais, preto demais. A gente é assim, né? Ninguém é capa da Vogue, da Elle ou sai por aí desfilando Balenciagas e Chanels.

Acabei me decidindo por fazer um post de agradecimento por cliques, cometários, emails, cumplicidade de longe. Agradecer, acima de tudo, aos dias de inspiração dedicados ao espacinho. haha Ser grata ao mundo on line que me rendeu amadurecimento, conhecimento e amigos. Sim, muita riqueza. Com o coração cheio posso dizer que ganhei amizades sinceras e amorosas trazidas para a vida real. Por isso, se você está aí em casa, de bobeira, sem fazer nada ou está apenas estudando na universidade/colégio, abre um blog e vai ser feliz. Pode ser bloqueado ou aberto, mas será seu lugar.

Sem muito mimimi, é hora do parabéns, parabéns, blog é seu dia que dia mais feliz!!!! Uhuuu, uhuuuu!

Arte: Gabriela Melo

Beijinhos meus lindos e lindas.

😉

Gabi

Dia de quem?! Ah, sim, da mulher!

março 8, 2012 às 10:50 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , ,

Mulheres, mulheres. Hoje é nosso dia e é internacional, hein?! Olha quanta fineza. Acho a maior graça nisso de dia da mulher, flores pra lá, parabéns pra cá, um bombom ou qualquer coisa singela e simbólica nos rodeiam. Sempre fico sem saber o que dizer, contar aquela história do motivo do dia 8 de novo? Noway. Falar do mercado de trabalho, da nova atitude em relação aos relacionamentos, da independência, da vida de mãe e etc não rola mais. A gente já sabe disso, a gente já luta isso.

Todo mundo quer salário melhor, tempo pra beleza, ginástica, magreza, homem, orgasmo. Todo mundo quer. Não se iludam dizendo que não precisam de mais ninguém na vida e que ser sozinha basta, não embarquem nessa vida de macho sem lágrimas e sem afeto. Nem eles estão mais tão assim. E o que tenho a dizer? Sejam mulheres. Chorem, tenham tpm, comam chocolate, amem, sofram, percam, ganhem, sejam promovidas, sejam demitidas. Sejam humanas. Somos nós que trazemos no juízo e no coração essa coisa sentimentaloide que os homens precisam buscar para alcançar, quando querem, né? Somos nós que trazemos complexidade, linhas cruzadas, disputas.

Há também as mulheres mais frias, mais decididas, menos inconstantes. Dão certo orgulho, se sabem reconhecer a hora de baixar a guardar e sentir. Convenhamos, frieza é não sentir, é criar bloqueio contra tudo, sendo tudo coisas alegres muitas vezes. Decidida sim, sem vida não, por favor. Sentimentos são os momentos da vida.

Vamos rir com as amigas, vamos comprar revista besta, vamos comer caloria, vamos nos permitir. Vamos falhar, tirar um dia de folga e ficar nem aí pra nada, vamos não dar conta da agenda, esquecer o telejornal. Vamos não saber a dieta nova, o corte novo. Depois a gente volta ao normal, querendo ser super num mundo normal, querendo ser master num mundo trainee. Mas, na sexta, quando já não for dia nosso, sejamos menos culpadas e mais felizes.

Agora umas fotos das admiráveis do mundo fashion. EBA!

Audrey, sempre ela.

Carla Bruni e sua beleza com simplicidade, sem afetação.

Giovanna Battaglia, pare de ser magra. haha

Blake Lively, uma loira sem mais do mesmo.

Michelle Obama e a vida de comercial de margarina.

O que seria dos meus dias mulherzinha sem essas quatro?! ❤

Somos um pouco de cada e temos um muito de tudo. Feliz dia internacional das mulheres reais! E agora deixa eu ser brega e vamos ouvir Caê cantando Você é linda porque não bastar ser linda, tem que saber viver. hehe

😉

Gabi

A segunda e todos os outros dias da semana

março 5, 2012 às 11:31 am | Publicado em Uncategorized | 5 Comentários
Tags: , , ,

Hoje é segunda-feira e não tem dia mais forçador de amizades. Funciona quase como um lembrete de celular, vem com uma gama de tarefas, emails, agendas e etc. Tem uma mania de começar de novo, uma tentativa sagaz de nos convencer de que vai ser bom, é mais uma semana. Ela sempre consegue o que quer. Os dias vão passando e a gente vai vendo que nem era tão ruim assim essa ideia de mais uma semana.

A chata da segunda-feira é começar dieta, começar a ser saudável, começar a academia. Marcar médicos, reunião. É a vida de todo dia, apesar de muitas coisas ficarem apenas por lá mesmo. A terça espera você com a mesma força contra o brigadeiro, mas já não há. Com o mesmo pique na corrida, mas já não há. A terça coitada, vive de esperar que a gente siga de verdade os planos da segunda, mas…

E aí na quarta você já está meio que desistindo da vida saudável e pensando que isso não é para você. É dia de futebol na Rede Globo. No fim, é dia de avaliar o que tem um simbolo de dever cumprido na agenda. Mas a quarta é bem na dela, não força amizade, não tenta. Você que se encarrega de fazê-la especial ou não. Ela é preguiçosa de afetos.

Quinta. Ousada é ela. Sabe que no outro dia tem trabalho, mas não se deixa levar. Um copo de chopp, um happy hour leve não faz a ninguém. Que tal um cineminha?! Um samba? Ela faz tudo pra nos levar pro mundo, a gente só precisa topar. Ah, e nela mora ansiedade, afinal no outro dia é sexta.

E gente do céu, chega sexta! O dia que você acorda feliz. O dia é leve, corre solto entre risadas, amigos marcando encontros e uma espera ansiosa pela hora de largar. É dia feliz, a não ser que você se renda ao Globo Repórter. Ah essa vida guiada pela programação global. Vai pra rua, gente, é sexta!!!

Ai vem um sábado calminho, às vezes de ressaca, às vezes de preguiça. Mas é o dia zen, o dia de dormir até achar a programação ideal para um fim de semana aguardado. Pode ser um livro, uma revista ou o show badalado, pode ser um bolo de chocolate, uma taça de sorvete, um copo de uísque. Um brinde à liberdade do sábado, não há dia igual.

Sol a pino, domingo vem com praia. Chuva, domingo vem com filme. Ahh o dia de domingo é aquela graça musical que só ele tem. Já notaram? Ele que manda nas músicas. É samba, é romance, é rock, é funk. Pode ser churrasco com a turma, mas também pode ser sozinho, deitado na cama. É almoço em família ou apenas um retiro com você mesmo. Por volta das 20h, começa a ser problema.

Domingo à noite ensaia a segunda-feira. A música do Fantástico assusta não só pelo conteúdo cada vez mais desinteressante, mas sim porque a segunda se aproxima. Mas domingo ainda joga com uma bossa, tem pizza, tem pipoca, tem refrigerante. É não dieta. É folga.

Ai, gente, chega a segunda-feira xingada como nunca antes, mas ela não tá nem aí. Se vocês não notaram, é ela quem manda em tudo.

Sendo assim, vem segunda, com toda sua não graciosidade, me fazer acreditar que você vale a pena. Que sua chatice tem uma razão de ser. Que um dia posso me apaixonar por você. Mas venha sem expectativas, pode ser que na terça eu desista, na quarta eu retome, na quinta eu ache melhor ter um fim, na sexta declaro nosso divorcio, no sábado nem lembro de você e no domingo você vem sorrateira fazendo carinho pra eu voltar e eu, boba que sou, sempre volto. Volto por achar que todo recomeço é sinônimo de oportunidade. Segunda, você é fênix.

😉

Gabi

Figurino de cinema, glamour e nosso armário

fevereiro 28, 2012 às 12:17 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , ,

Há muito tempo atrás, nos tempos de ouro de Hollywood, ninguém assistia seriados e novelas, ninguém queria copiar Tereza Cristina, nem tão pouco Babalu – se você não lembra dela, pesquise no Google hehe – e nem aquela moça do Clone. Naqueles tempos, bapho mesmo era ter um look como o figurino do cinema, uma coisa bem Audrey Hepburn e John Travolta. Tudo isso me veio a cabeça porque no último domingo tivemos o Oscar, fui conferir os ganhadores, e o vencedor de melhor figurino foi O Artista, ambientado nos anos 20.

O Artista é em preto e branco e o trabalho do figurinista era e é sempre mais tenso quando não há cores. Como mostrar o glamour e o brilho daquela década sem colorir? Conferi as fotos – ainda não vi o filme – e de fato, Mark Bridges mereceu tal prêmio, aquela beleza e delicadeza da década de 20 são retratadas com riqueza.

O Artista, vencedor do Oscar 2012.

Eu queria ser dessas pessoas que prestam mais atenção nos detalhes de roupa de cinema, sabe? Entender cada detalhe, porque o diretor usou essa cor e não aquela.  Mas não, não sou. Queria também poder explicar essas coisas todas as vocês, mas a única coisa que consigo perceber é quando usam uma cor muito forte, como vermelho, para transmitir alegria, sedução, maldade. Sentimentos intensos pedem vermelho nos filmes, é assim em A dança dos vampiros, Love Story e muitos outros. Até na novela das 18h estão usando o truque, a tenista Ana só usa vermelho quando está bem, notaram?

Dança dos Vampiros, Polanski.

Claro que como louca por moda, tenho minhas predileções por Bonequinha de Luxo – sempre, sempre, sempre – e a maioria dos figurinos de Audrey feitos por Givanchy, a maioria de Almodóvar tem um toque de sedução imperdível, Meia noite em Paris – delicioso – , Alice no país das maravilhas, Quem quer ser um milionário?, O diabo veste Prada e por aí vai. Sinto dizer que o filme Sex and the city costuma me decepcionar neste quesito.

Tudo sobre minha mãe, Almodóvar.

Então, gente, tudo isso é pra dar uma ideia. Que tal a gente glamourizar nossos looks com mais inspiração no cinema?! Sai do senso comum, sempre deixa a nossa mente trabalhando e tem tanta beleza, né? Às vezes voltar aos hábitos antigos é uma ótima e filme sempre tem o personagem que a gente se identifica, afinal escolhemos pelo estilo, roteiro, então se aproxima mais dos nossos gostos. Seriados seguem a mesma ideia, são boas inspirações também, até quando você não vê, mas curte. Eu não assisto Gossip Girl, li os livros, mas – mesmo sem querer – sempre acabo pendendo pro lado Blair. Em Sex and the city – minha paixão – por Carrie. No fim das contas, a gente mistura tudo, coisas da rua, e viramos nós.

Vou testar usar mais “pérolas” por me lembrar Audrey e misturar com a bagunça de Almodóvar, será que isso dá certo?!

😉

Gabi

Delírios de consumo: Consumindo Carnaval!

fevereiro 24, 2012 às 10:48 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , , , , , ,

Fevereiro é mês de Carnaval, mês de alegria, diversão, folia! Teoricamente eu não gastaria muito esse mês. Teoricamente. Não tem como se segurar! Todos aqui já sabem o meu nível de consumismo e no Carnaval as coisas não iriam ser muito diferentes. E não foram.

Primeiro gasto: roupas novas para curtir a folia. Três shorts e três blusas.

Segundo gasto: fantasia! Sim, pela primeira vez (tirando toda minha infância) eu comprei fantasia para o Carnaval. E não só a fantasia. Rolaram adereços, serpentina em spray, tiaras coloridas, sapatilha e por ai vai.

E então vieram os maiores gastos dessa época do ano: transporte (ônibus para ir, taxi para voltar) para ir aos melhores points. Comida e bebidas! Como a cerveja estava cara! Em três dias de festa não se gasta menos de R$50 apenas de bebidas – água também conta!

Carnaval é a festa mais linda dessa cidade. As ruas ganham cores, as pessoas sorriem para tudo e para todos. Finalmente, a sensação de liberdade pode ser realmente sentida. Sem dúvidas, é a festa mais democrática que há. Mas se você acha (assim como eu achava) que pode economizar durante os dias de festa, está bem enganado.

Carnaval é consumo e eu sendo a consumista que sou…

Por Alissa Ferreira

Cliques que valem: flash back

fevereiro 23, 2012 às 1:50 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , ,

Um tanto de delicadeza, uma pitada de feminilidade e leveza, essa é a ideia do clique de hoje. Um flash back aos anos 20, época linda cheia de pérolas e vestido com cintura baixa. A ideia surgiu porque ontem vi de novo Meia Noite em Paris, super recomendo, e o clima de nostalgia pintado por Woody Allen trouxe a memória mulheres assim:

Nada melhor para um pós Carnaval, né? A mistura do caricato com o romântico. E se você quiser dar uma graça no look deixando ele mais 20′, colar de pérolas, rendas, tecidos levinhos e chapéu são algumas das marcas da época. Très romantique, non?

E hoje recomeça o ano, hein?! Força, pessoal. Se puderem me doar um pouco, aceito. Ainda estou em ritmo de feriado. haha

😉

Gabi

353 dias sem ele

fevereiro 22, 2012 às 12:34 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Uma quarta-feira chamada ingrata grita pelo início da vida útil do ano. Ingrata porque todo mundo queria mesmo era continuar entre serpentinas, músicas, danças, drinks e alegrias sem grandes motivos aparentes. Começa hoje uma sensação de tarefas, agendas e uma lembrança: aquelas metas criadas no réveillon. E começa a espera de um ano pelo próximo Carnaval.

Enquanto não chega fevereiro de 2013, a vida vai correndo e a gente vai, aos poucos, esquecendo que numa quarta ingrata acordou triste porque o frevo parou de tocar. A gente esquece aquele estado anestesiado que traz lindos sorrisos, pouco cansaço, muita malemolência, pouca preocupação porque quando você vai dormir amanhã é Carnaval. Ahhh, sonho bom seria essa sensação o ano todo.

Quarta-feira ingrata, cheia de graça, é como a última colher de brigadeiro, o último minuto do filme, a última página de um livro, a última dose da garrafa. Mas ela é melhor porque ano que vem tem mais.

353 dias para o sábado de Zé Pereira de 2013. Comece a contagem.

😉

Gabi

É Carnaval!

fevereiro 17, 2012 às 11:37 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , ,

Venho por meio deste desejar a vocês um Carnaval arretado de bom. Cheio de alegrias, amigos, amores, bons drink, música, energia, frevo, samba, axé no pé. Uma festa linda de arrancar sorrisos seja das fantasias, das brincadeiras, da folia, merece todos os desejos dessa blogueira que tudo ocorra em paz, que ninguém perca a paciência no empurra-empurra, esqueçam o ciúme em casa, levem apenas o coração cheio de felicidade para pelo menos quatro dias – EU DISSE QUATRO! – de festa.

Muito confete e serpentina pra vocês, eu vou ali aproveitar e volto já!

😉

Gabi

Delírios de consumo: promessas para 2012

fevereiro 10, 2012 às 11:40 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , ,

2012 chegou com tudo. Cartões de crédito praticamente estourados e mais promoções me chamando para gastar. Mas, estou de castigo.

Desde o fim do ano passado estou quase proibida de usar os cartões (até porque o limite está quase no fim, como eu já disse, enfim).

Além disso, fiz uma promessa para mim mesma (vai que eu não consigo cumprir… eu não ficarei tão chateada assim comigo mesma, sabe como é): vou economizar! Confesso que está sendo bastante difícil. Uma das minhas lojas favoritas está cheia de promoções e eu não resisti, fui lá e gastei. Contudo, o cartão ficou em casa. Usei meu precioso dinheiro – que dor no coração que deu, mas, valeu a pena. Comprei quatro blusas lindas (e eu estava mesmo precisando) e prometi voltar.

A vendedora já até me ligou novamente dizendo que as promoções estavam ainda melhores e que eu não poderia perder. Estou perdendo.

Porém, o primeiro mês de sufoco já passou… até já usei o cartão. Nada demais. Fevereiro é Carnaval e sei que não vou precisar usá-lo muito, afinal, Carnaval é na base do dinheiro mesmo. Em março, tenho certeza que tudo melhora.

Por Alissa Ferreira

A liberdade do look e o tal Carnaval

fevereiro 7, 2012 às 4:04 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , ,

Eu queria hoje era um tal de Carnaval. Não pelo frevo ou pela festa, mas pela liberdade que só ele tem. É nesse tempo de rua, de sorrisos e cores, que a gente usa de fato o que quer. Não sejamos hipócritas, em outras datas pensamos 3 vezes quando é cogitado usar algo diferente, seja a calça amarelo ovo ou o turbante estampado com rosa pink. Mas quando chega a folia do Momo, meu bem, todo mundo é livre, toda roupa é roupa com a desculpa da fantasia. Você coloca pra fora todas as loucuras, sobe e desce ladeiras, pula como se não houvesse amanhã, gruda no confete e na serpentina e suja o cabelo de espuma porque, oras, é Carnaval.

E quando sua maquiagem está vermelha demais, ninguém te julga. A saia curta é balela, a blusa de bicho não é brega, o sutiã aparecendo é fashion. “Vai menina, esquece o mundo, e usa o que tu quiser.” Devia ser o hino da festa, boa mesmo para uma marchinha, que tal? Por isso, hoje, bom mesmo seria ser Carnaval. Aí eu sairia na rua com coque no cabelo, um vestido largo e um chinelo e ninguém acharia estranho, seria fantasia. Ahh, outro sonho de Momo. Quando a gente olhasse para as mulheres de calça justa, decote generoso e nem aí para gordura localizada, a gente achasse bacana assim como quando estamos no I love cafusú ou qualquer festinha brega hype.

Todo mundo ficaria mais feliz se fosse Carnaval todo dia, a gente tiraria as amarras, os conceitos e preconceitos, o certo e errado, o julgamento. Não seria muito mais bonito?! O fim do medo, do receio e do “deixa pra lá, vou usar bege”. Aliás, tem coisa mais sem graça que usar sempre bege? Quantas pessoas nude não devem pensar em variar a cor e desistem porque não é Carnaval? Cadê a ousadia? E ainda confesso, a minha ousadia às vezes vai pro ralo até eu dar um chega pra lá na opinião alheia e me jogar na bagunça do meu cabelo e nas minhas combinações um tanto diferentes.

Então, melhor dizendo, eu queria mesmo era Carnaval sempre. Muitos confetes e serpentinas pra grudar na pele de vocês.

😉

Gabi

Cliques que valem: a risada

fevereiro 3, 2012 às 4:46 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Passo uma semana sumida e volto com sorriso, estou perdoada. haha Lembra da ideia de postar aqui as cenas da vida que você fotografaria se tivesse com a câmera? E não estando, com aquele movimento dos dedos? Está explicadinho neste post. Para dar a ideia e inspirar vocês, vou liberar um dos meus. Numa das inúmeras risadas de uma viagem muito feliz com uma amiga muito querida, sim  estávamos com a máquina.

Nem coloquei filtros e efeitos, o flagra puro aí de Priscilla Olegario entraria pro meu álbum de momentos espontâneos. Pronto, depois disso vocês perdoam a blogueira sumida e começam uma coletânea de fotos dessas pra vocês, né? É relíquia das boas. E como hoje é sexta e já é Carnaval aqui nas terras recifenses, nos gusta ouvir a atração do dia nas prévias queridas.

Me gusta fim de semana!

😉

Gabi

Tudo acontece em…

janeiro 25, 2012 às 4:08 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , ,

Vocês já viram aquele filme “Tudo acontece em Elizabethtown”? Se não, recomendo e prometo não contar nada que destrua sua curiosidade. Se sim, vai entender melhor. A personagem de Kirsten Dunst é uma aeromoça, mas bem pé no chão, e durante todo o filme quando alguma coisa bacana acontece ela faz o gesto de fotografar mesmo sem a máquina em mãos (sabe aquele que a gente mexe o dedo fingindo clicar? Pronto!). É como se fosse para ela registrar na mente, entende? Aonde eu quero chegar é: que “cliques” espontâneos você daria sobre você mesmo? E levando para moda, com que roupa estaria?

No filme, lembro dela fazendo isso quando o carinha fofo está indo embora no aeroporto, ele de costas, ela vai lá e clique! Se não me falha a memória, ele usa uma calça jeans, camisa preta e o terno carregado naqueles sacos de lavanderia. Ela com a farda de aero. Que tal a gente começar a fazer isso? Sendo com a máquina ou não, para registrar as coisas que acontecem no seu mundo. Já pensou daqui a 3o anos os amigos vendo e lembrando daquele roupa que será, então, ridícula? Vou colocar o projeto em prática e começar a postar aqui, que cês acham, hein!?

Alguns exemplos de fotos do meu então livro de fotos de um tudo: fazendo bolo (é uma imagem linda mulher cozinhando e bolo é minha paixão), no notebook sentada na mesa, deitada na rede com um livro, tomando café, gargalhando e etc etc… Mãos à obra, queridos fotógrafos de vida real. Ah, se você é de Recife e quer deixar os registros mais profissa, que tal um curso?

Opinem aí na nova ideia que me empolguei. hehe Começando semana que vem, beleza?

😉

Gabi

Cliques que valem: viagem

janeiro 24, 2012 às 12:56 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Ontem, antes de dormir, estava lendo Danuza Leão – recomendo muito só pelo tanto de coisa que ela já viveu – e tinha lá no livro um trecho falando de todos os museus que ela já foi e trocentas cidades visitadas, na hora me deu vontade mesmo de pegar minha mala e sair direto pro aeroporto com a sensação de “o que estou fazendo aqui com esse mundo todinho lá fora?”. Tenho dessas vontades mesmo, sair por aí, e sempre esteve nos meus planos gastar parte do meu dinheiro em viagens, isso é fato. Não foi à toa meus dias – saudosos – em Londres e por isso, o clique de hoje é de lá. Na verdade, mais de um. hehe

Portobello Road

Não vim para mostrar os locais lotados de gente querendo aparecer numa foto junto com o Big Ben. Um dos meus lugares prediletos era Notting Hill, cheio de turista também, mas muito mais real com os vendedores de peças antigas – desde talheres a máquinas fotográficas – , de roupinhas bacanas, de discos antigos de rock, do jazz ao fundo enquanto você caminha, as comidas ali ao seu alcance na hora da fome.

Parte divertida: sair provando todos os enfeites de cabelo e óculos pelas barracas. Provavelmente alguém vai reclamar, como a cara de brava da mulher ao fundo. haha Arrisca mesmo assim e tira a foto o mais rápido possível. Se a barraca for de um lord inglês, ele vai achar o máximo.

Esse é o melhor cupcake que já comi na vida. Tinha uma lojinha deles na minha rua – oh tentação – mas sempre foi mais divertido comer pelas ruas de Notting Hill mesmo, enquanto eu esperava Hugh Grant e seu sorriso matador. É da Hummingbird Bakery e o sabor: red velvet. No mesmo dia dessas fotos, fui jantar num restaurante árabe com a turma de amigos – um deles é da Arábia Saudita – e estava na época do Ramadhan (jejum até mais ou menos 20h30 da noite). Vale as fotos de lá também.

O cardápio.  A gente escolheu a opção das 15 libras por pessoa para poder provar de tudo.

E veio tudo isso aí, a maioria muito delícia. Menos o café, parecia não cuado ou algo assim, desisti depois do segundo gole.

Hoje não vale só o clique, vale a visita. Seja do outro lado do oceano ou não, uma viagem que a gente se entrega nunca é só uma viagem. Nada de cama de hotel, tv a cabo de hotel ou comida do bar – exceto na noite da chegada, quando você só quer deitar. Aí para completar a ideia, quando acordei virei um livro que comprei ontem e estava lá lindamente me olhando a seguinte frase “você não está vivendo se não souber como viver” Fabio Volo, no livro O tempo que eu queria.

Fica a dica.

😉

Gabi

Conversa de banheiro: 2012, loading

janeiro 17, 2012 às 3:33 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , ,

Eu já deveria ter escrito sobre o novo ano, resoluções e etc. Eu já deveria ter feito minha lista de metas para 2012. Mas também não tive um réveillon cheio de planos nem achando isso mil maravilhas, mesmo com Susan Miller (nossa querida astróloga) dizendo que esse seria um dos melhores anos da minha vida. Aí vem essa fase de pré-Carnaval, essa sensação de loading, como se eu estivesse processando as informações, digerindo as novidades para então, com muita calma, resolver os próximos passos.

Isso é meus queridos uma explicação sobre a falta daqueles textinhos hora divertidos, hora sentimentais; meus preferidos, confesso. Estou em estado de inércia por aqui e só não em outros lugares porque as coisas acontecem numa rapidez que se torna impossível deixar passar, nem posso, é claro. Mas, aviso aos navegantes, já sinto o corpo estremecer quando falamos em Carnaval e já começo a dançar os primeiros acordes de um ano feliz; sim, eu creio em Susan.

Estou há 15 dias pensando no que escrever para vocês e a única coisa que eu consigo pensar é: 2012, ande. Aí junto com isso – sou uma mulher musical, notaram? – vem a música dos Beatles e pronto, fico assim, implorando pra esse danado desse ano se juntar a mim e ser tão lindo quanto 2011. Já já eu acocho ele na parede, não se preocupem.

Over me!

😉

Gabi

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.