Figurino de cinema, glamour e nosso armário

fevereiro 28, 2012 às 12:17 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , ,

Há muito tempo atrás, nos tempos de ouro de Hollywood, ninguém assistia seriados e novelas, ninguém queria copiar Tereza Cristina, nem tão pouco Babalu – se você não lembra dela, pesquise no Google hehe – e nem aquela moça do Clone. Naqueles tempos, bapho mesmo era ter um look como o figurino do cinema, uma coisa bem Audrey Hepburn e John Travolta. Tudo isso me veio a cabeça porque no último domingo tivemos o Oscar, fui conferir os ganhadores, e o vencedor de melhor figurino foi O Artista, ambientado nos anos 20.

O Artista é em preto e branco e o trabalho do figurinista era e é sempre mais tenso quando não há cores. Como mostrar o glamour e o brilho daquela década sem colorir? Conferi as fotos – ainda não vi o filme – e de fato, Mark Bridges mereceu tal prêmio, aquela beleza e delicadeza da década de 20 são retratadas com riqueza.

O Artista, vencedor do Oscar 2012.

Eu queria ser dessas pessoas que prestam mais atenção nos detalhes de roupa de cinema, sabe? Entender cada detalhe, porque o diretor usou essa cor e não aquela.  Mas não, não sou. Queria também poder explicar essas coisas todas as vocês, mas a única coisa que consigo perceber é quando usam uma cor muito forte, como vermelho, para transmitir alegria, sedução, maldade. Sentimentos intensos pedem vermelho nos filmes, é assim em A dança dos vampiros, Love Story e muitos outros. Até na novela das 18h estão usando o truque, a tenista Ana só usa vermelho quando está bem, notaram?

Dança dos Vampiros, Polanski.

Claro que como louca por moda, tenho minhas predileções por Bonequinha de Luxo – sempre, sempre, sempre – e a maioria dos figurinos de Audrey feitos por Givanchy, a maioria de Almodóvar tem um toque de sedução imperdível, Meia noite em Paris – delicioso – , Alice no país das maravilhas, Quem quer ser um milionário?, O diabo veste Prada e por aí vai. Sinto dizer que o filme Sex and the city costuma me decepcionar neste quesito.

Tudo sobre minha mãe, Almodóvar.

Então, gente, tudo isso é pra dar uma ideia. Que tal a gente glamourizar nossos looks com mais inspiração no cinema?! Sai do senso comum, sempre deixa a nossa mente trabalhando e tem tanta beleza, né? Às vezes voltar aos hábitos antigos é uma ótima e filme sempre tem o personagem que a gente se identifica, afinal escolhemos pelo estilo, roteiro, então se aproxima mais dos nossos gostos. Seriados seguem a mesma ideia, são boas inspirações também, até quando você não vê, mas curte. Eu não assisto Gossip Girl, li os livros, mas – mesmo sem querer – sempre acabo pendendo pro lado Blair. Em Sex and the city – minha paixão – por Carrie. No fim das contas, a gente mistura tudo, coisas da rua, e viramos nós.

Vou testar usar mais “pérolas” por me lembrar Audrey e misturar com a bagunça de Almodóvar, será que isso dá certo?!

😉

Gabi

Anúncios

Delírios de consumo: Consumindo Carnaval!

fevereiro 24, 2012 às 10:48 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , , , , , ,

Fevereiro é mês de Carnaval, mês de alegria, diversão, folia! Teoricamente eu não gastaria muito esse mês. Teoricamente. Não tem como se segurar! Todos aqui já sabem o meu nível de consumismo e no Carnaval as coisas não iriam ser muito diferentes. E não foram.

Primeiro gasto: roupas novas para curtir a folia. Três shorts e três blusas.

Segundo gasto: fantasia! Sim, pela primeira vez (tirando toda minha infância) eu comprei fantasia para o Carnaval. E não só a fantasia. Rolaram adereços, serpentina em spray, tiaras coloridas, sapatilha e por ai vai.

E então vieram os maiores gastos dessa época do ano: transporte (ônibus para ir, taxi para voltar) para ir aos melhores points. Comida e bebidas! Como a cerveja estava cara! Em três dias de festa não se gasta menos de R$50 apenas de bebidas – água também conta!

Carnaval é a festa mais linda dessa cidade. As ruas ganham cores, as pessoas sorriem para tudo e para todos. Finalmente, a sensação de liberdade pode ser realmente sentida. Sem dúvidas, é a festa mais democrática que há. Mas se você acha (assim como eu achava) que pode economizar durante os dias de festa, está bem enganado.

Carnaval é consumo e eu sendo a consumista que sou…

Por Alissa Ferreira

Cliques que valem: flash back

fevereiro 23, 2012 às 1:50 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , ,

Um tanto de delicadeza, uma pitada de feminilidade e leveza, essa é a ideia do clique de hoje. Um flash back aos anos 20, época linda cheia de pérolas e vestido com cintura baixa. A ideia surgiu porque ontem vi de novo Meia Noite em Paris, super recomendo, e o clima de nostalgia pintado por Woody Allen trouxe a memória mulheres assim:

Nada melhor para um pós Carnaval, né? A mistura do caricato com o romântico. E se você quiser dar uma graça no look deixando ele mais 20′, colar de pérolas, rendas, tecidos levinhos e chapéu são algumas das marcas da época. Très romantique, non?

E hoje recomeça o ano, hein?! Força, pessoal. Se puderem me doar um pouco, aceito. Ainda estou em ritmo de feriado. haha

😉

Gabi

353 dias sem ele

fevereiro 22, 2012 às 12:34 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Uma quarta-feira chamada ingrata grita pelo início da vida útil do ano. Ingrata porque todo mundo queria mesmo era continuar entre serpentinas, músicas, danças, drinks e alegrias sem grandes motivos aparentes. Começa hoje uma sensação de tarefas, agendas e uma lembrança: aquelas metas criadas no réveillon. E começa a espera de um ano pelo próximo Carnaval.

Enquanto não chega fevereiro de 2013, a vida vai correndo e a gente vai, aos poucos, esquecendo que numa quarta ingrata acordou triste porque o frevo parou de tocar. A gente esquece aquele estado anestesiado que traz lindos sorrisos, pouco cansaço, muita malemolência, pouca preocupação porque quando você vai dormir amanhã é Carnaval. Ahhh, sonho bom seria essa sensação o ano todo.

Quarta-feira ingrata, cheia de graça, é como a última colher de brigadeiro, o último minuto do filme, a última página de um livro, a última dose da garrafa. Mas ela é melhor porque ano que vem tem mais.

353 dias para o sábado de Zé Pereira de 2013. Comece a contagem.

😉

Gabi

É Carnaval!

fevereiro 17, 2012 às 11:37 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , ,

Venho por meio deste desejar a vocês um Carnaval arretado de bom. Cheio de alegrias, amigos, amores, bons drink, música, energia, frevo, samba, axé no pé. Uma festa linda de arrancar sorrisos seja das fantasias, das brincadeiras, da folia, merece todos os desejos dessa blogueira que tudo ocorra em paz, que ninguém perca a paciência no empurra-empurra, esqueçam o ciúme em casa, levem apenas o coração cheio de felicidade para pelo menos quatro dias – EU DISSE QUATRO! – de festa.

Muito confete e serpentina pra vocês, eu vou ali aproveitar e volto já!

😉

Gabi

Camisas de desenho animado

fevereiro 16, 2012 às 7:46 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , ,

Gente! Tô viva, só um tanto ocupada e culpada pela falta de tempo e  criatividade pro nosso espacinho, espero arejar no Carnaval e voltar a programação normal em breve. Enquanto isso, vamos ao que interessa que é roupa bonita. Eu sou fã dessas camisas com estampas divertidas e de tecido delicioso de usar no fim de semana e em dias de trabalho sem reunião, hehe,  e a Maria Filó fez uma coleção do pré inverno dedicada a elas. Todas com os personagens da  turma do Looney Tunes, Warner Bros. Num é o máximo?! Ainda dá pra relembrar os desenhos animados!

Eu compraria a laranja com Piu Piu e Frajola. 😉

As peças estarão disponíveis logo após o carnaval, agora é hora de frevar, gente!

😉

Gabi

Delírios de consumo: promessas para 2012

fevereiro 10, 2012 às 11:40 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , ,

2012 chegou com tudo. Cartões de crédito praticamente estourados e mais promoções me chamando para gastar. Mas, estou de castigo.

Desde o fim do ano passado estou quase proibida de usar os cartões (até porque o limite está quase no fim, como eu já disse, enfim).

Além disso, fiz uma promessa para mim mesma (vai que eu não consigo cumprir… eu não ficarei tão chateada assim comigo mesma, sabe como é): vou economizar! Confesso que está sendo bastante difícil. Uma das minhas lojas favoritas está cheia de promoções e eu não resisti, fui lá e gastei. Contudo, o cartão ficou em casa. Usei meu precioso dinheiro – que dor no coração que deu, mas, valeu a pena. Comprei quatro blusas lindas (e eu estava mesmo precisando) e prometi voltar.

A vendedora já até me ligou novamente dizendo que as promoções estavam ainda melhores e que eu não poderia perder. Estou perdendo.

Porém, o primeiro mês de sufoco já passou… até já usei o cartão. Nada demais. Fevereiro é Carnaval e sei que não vou precisar usá-lo muito, afinal, Carnaval é na base do dinheiro mesmo. Em março, tenho certeza que tudo melhora.

Por Alissa Ferreira

A liberdade do look e o tal Carnaval

fevereiro 7, 2012 às 4:04 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , ,

Eu queria hoje era um tal de Carnaval. Não pelo frevo ou pela festa, mas pela liberdade que só ele tem. É nesse tempo de rua, de sorrisos e cores, que a gente usa de fato o que quer. Não sejamos hipócritas, em outras datas pensamos 3 vezes quando é cogitado usar algo diferente, seja a calça amarelo ovo ou o turbante estampado com rosa pink. Mas quando chega a folia do Momo, meu bem, todo mundo é livre, toda roupa é roupa com a desculpa da fantasia. Você coloca pra fora todas as loucuras, sobe e desce ladeiras, pula como se não houvesse amanhã, gruda no confete e na serpentina e suja o cabelo de espuma porque, oras, é Carnaval.

E quando sua maquiagem está vermelha demais, ninguém te julga. A saia curta é balela, a blusa de bicho não é brega, o sutiã aparecendo é fashion. “Vai menina, esquece o mundo, e usa o que tu quiser.” Devia ser o hino da festa, boa mesmo para uma marchinha, que tal? Por isso, hoje, bom mesmo seria ser Carnaval. Aí eu sairia na rua com coque no cabelo, um vestido largo e um chinelo e ninguém acharia estranho, seria fantasia. Ahh, outro sonho de Momo. Quando a gente olhasse para as mulheres de calça justa, decote generoso e nem aí para gordura localizada, a gente achasse bacana assim como quando estamos no I love cafusú ou qualquer festinha brega hype.

Todo mundo ficaria mais feliz se fosse Carnaval todo dia, a gente tiraria as amarras, os conceitos e preconceitos, o certo e errado, o julgamento. Não seria muito mais bonito?! O fim do medo, do receio e do “deixa pra lá, vou usar bege”. Aliás, tem coisa mais sem graça que usar sempre bege? Quantas pessoas nude não devem pensar em variar a cor e desistem porque não é Carnaval? Cadê a ousadia? E ainda confesso, a minha ousadia às vezes vai pro ralo até eu dar um chega pra lá na opinião alheia e me jogar na bagunça do meu cabelo e nas minhas combinações um tanto diferentes.

Então, melhor dizendo, eu queria mesmo era Carnaval sempre. Muitos confetes e serpentinas pra grudar na pele de vocês.

😉

Gabi

Cliques que valem: a risada

fevereiro 3, 2012 às 4:46 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Passo uma semana sumida e volto com sorriso, estou perdoada. haha Lembra da ideia de postar aqui as cenas da vida que você fotografaria se tivesse com a câmera? E não estando, com aquele movimento dos dedos? Está explicadinho neste post. Para dar a ideia e inspirar vocês, vou liberar um dos meus. Numa das inúmeras risadas de uma viagem muito feliz com uma amiga muito querida, sim  estávamos com a máquina.

Nem coloquei filtros e efeitos, o flagra puro aí de Priscilla Olegario entraria pro meu álbum de momentos espontâneos. Pronto, depois disso vocês perdoam a blogueira sumida e começam uma coletânea de fotos dessas pra vocês, né? É relíquia das boas. E como hoje é sexta e já é Carnaval aqui nas terras recifenses, nos gusta ouvir a atração do dia nas prévias queridas.

Me gusta fim de semana!

😉

Gabi

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.