Para começar bem

setembro 26, 2011 às 6:08 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Este post é especialmente dedicado aos desejos. Para a semana vir com tudo, para todos os planos correrem bem, por mais alguns sonhos que serão realizados este ano (2011 bombando com minha cara), para muitos looks coloridos, para o rock do Rock in Rio ser mais rock e para o verão, minha estação preferida. Porque é assim que a segunda feira deve ser, como diz na música a seguir, “until monday morning feels another life”.

Ontem de manhã tive o prazer de ligar a TV e estar passando o show deles no Festival Glastonbury 2011. Deixou meu domingo tão legal que quis ouvir de novo na segunda.

Sem mais, já que não estou filosófica suficiente, na verdade estou mais afim de ação que de palavras. Ah, aproveitem a música porque Coldplay é Coldplay, né? E Chris Martin é meu nerd fofo do <3. hehe

😉

Gabi Albuquerque

Anúncios

Conversa de banheiro: o homem dos seus sonhos

junho 27, 2011 às 5:53 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , ,

Ele é alto, corpo bacana, malha, se alimenta direito, carinhoso, curte a família, ama viajar, lê bons livros, tem bagagem cultural, dedicado ao trabalho – mas não chega a ser workaholic -, socializa com os amigos, gosta de sair para dançar, não vira pro lado e dorme, se preocupa com você, cozinha, ajuda nas tarefas domésticas, se veste bem, não olha para as outras moças, é fiel, é amigo, bom de cama. Ele existe mesmo?! Ou está nos seus sonhos? Na sua lista de expectativas logo abaixo do plano de ter o corpo de alguma gostosona tipo Beyoncé? Ele não precisa fazer tudo que a gente quer, basta saber nos persuadir. Não pensamos nisso 24h do dia ou até não fazemos o gênero “lista de expectativas”, mas, no meio da nossa correria diária, no subconsciente está escrito todas as características acima, né?

Lindo, mas tem defeito. Vamos perguntar a Angelina? Aposto que dá umas sumidas. haha

E você? Deve ser muito boa, suponho, para um cara assim também lhe querer. haha Às vezes a gente quer tanto que o outro seja incrível que nem lembramos de nos tornar incríveis. Na verdade, inúmeras vezes esperamos uma intensidade tão enorme que não aproveitamos os segundos de simples alegrias. Essa danada dessa expectativa é um perigo. Basta o cara  usar camisa de botão no meio da balada para você dizer: “sem noção demais, nem vou perder tempo falando”. Confessa, é assim mesmo. O cara abotoado pode ser fã do mesmo filme que você e pode dançar a mesma música que você ama. Mas, né? Ele não está dentro da listinha – mesmo inconsciente – de qualidades.

Não sei quando começamos essa história de homem perfeito. Podemos culpar os contos de fadas infantis cheios de príncipes incríveis, podemos culpar também os filmes de romance/comédia romântica com casais maravilhosos e felizes, também pode ser porque as mulheres cresceram profissionalmente, buscaram tanta coisa, por que não o homem dos sonhos?

Lembra do filme “O amor é cego”? O cara é baixinho, gordinho e tem um defeito aí que nem lembro qual é e não vem ao caso, e não sai com uma menina linda porque ela tem o dedo torto. O que quero dizer é exatamente isso: na busca filha da mãe pela perfeição alheia, esquecemos da imperfeição nossa. Vamos baixar a bola? O que vai ter de mulher revoltada comigo agora não é pouco, mas não dou meias palavras, vamo lá.

A gente é chata, tem tpm, implica, liga mil vezes, quer o cara o tempo todo junto,  romance todo dia, flores nas datas especiais, uma sogra legal. Pensa aí gata! Dormir de conchinha é a posição mais incomoda do mundo, mas se todo mundo diz que é romântica, você também quer. Eu sei que tem homem raparigueiro, picareta, preguiçoso e vagabundo. Também não precisa se agarrar com qualquer coisa. Mas, fala sério. Não é porque ele não corre no parque todo dia ou porque não te leva para o restaurante cinco estrelas ou porque detesta filme de Woody Allen ou porque não sabe combinar o sapato com a meia que vamos joga-lo na lixeira, poxa.

Está na hora de não só abrir o coração, como falei outro dia, mas abrir a mente, abrir as portas para o novo de verdade. E se você quer tanto esse tal homem dos sonhos, então, pelo menos vá em busca de ser pelo menos uma mulher dos sonhos dele. Se ser gostosa é difícil, garanto que ser culta é fácil, basta abrir um livro.

Pronto, falei. E nem se abusem, viu? Pare uns cinco minutos ai pra pensar nisso e você vai perceber.

😉

Gabi Albuquerque

Conversa de banheiro: infinito enquanto dura

junho 6, 2011 às 7:44 pm | Publicado em Uncategorized | 11 Comentários
Tags: , , , ,

Namorado, marido, caso, amante, ficante, namorido, benzinho, amor, dengo, querido, querida e por ai vai. Um belo dia ou não tão belo assim, esse par chegou na sua vida e vocês se encantaram. Pode ter sido na fila da padaria, no ponto de ônibus, na casa de uma amiga em comum, na escola, na faculdade, na balada, no barzinho. Pode ter sido um dia difícil, você pode ter achado ele/ela uma pessoa muito da chata, vocês podem ter discutido uma noite inteira sobre a política da direita e esquerda, quando de repente descobrem amar o mesmo livro ou mesmo disco e tudo se encaixa. Você pode ter derramado o café em cima da perna do par sem querer, mas tudo bem, ambos riram da situação e você acha lindo alguém que ri dos acidentes. Assim nascem os romances com histórias lindas tipo filme.

Ou pode ter sido uma história simples, sem esse clima hollywoodiano de romance. Vocês simplesmente trabalhavam juntos, eram vizinhos, sentavam lado a lado na sala de aula até que um dia alguém chama o outro para sair e nasce o amor. Mesmo assim tem a coisa do destino por trás, né? Afinal, se nenhum olhasse pro lado, não se descobririam. Seriam apenas colegas. Mas não, algo despertou o sentimento. Tem momento mais bonito do que quando trocam os olhares? Lembrem-se, estamos falando de amor mesmo, pode ser o homem/mulher da sua vida ou não, mas vai lhe marcar tal como. Não é aquela simples balançada de coração.

Depois da cena toda da troca de olhares, vocês marcam um encontro. Daí, uma música vai tocar em algum momento, normalmente a letra vai dizer tudo que você quer dizer. Essa vai ser a primeira música do casal. Em algumas semanas, um restaurante será o xodó, uma comida vai marcar, aquele look elogiado será repetido várias vezes, apelidos vão surgir, famílias serão apresentadas, vocês ganharão parentes do coração, amigos por tabela. Nessa época, vocês vão achar graça em qualquer piada, alguns amigos dirão que você está muito “poliana” – leia-se otimista em excesso -, você estará se sentindo a pessoa mais feliz do planeta.

A cara que todo mundo fica: dois bobões

Os domingos deixam de ser solitários, as sextas deixam de ser balada, a semana passa a ser uma incrível sucessão de ligações. Mensagens de texto cheias de poema e declarações. Ahhhh, o amor! Descobertas sobre o outro, planos, sonhos, metas. Quando menos se espera, seus amigos são os dele/dela, sua mãe chama para o almoço, a sogra liga para o seu celular, sua roupa fica na casa do par, você precisa comprar uma nova escova de dentes, já não é preciso sentar corretamente no sofá alheio, a porta do guarda roupa não é mistério, o jeito de colocar o som do carro é balela, o que o outro vai pedir no jantar soa tão natural quanto seu pedido. Chegou a rotina, chegou a parte confortável, sem medo das entregas.

Meu caro, a partir daí, cuidado. Cuidar do seu amor é essencial e cuidar para não esquecer esse cuidado é ainda mais. Não deixa de comprar calcinha nova, não deixa de trazer a flor preferida dela, não deixa de inventar uma surpresa, não deixa de viajar, não deixa de mandar a mensagem do poema, não deixem de escolher músicas novas para vocês. Não deixa de aprender um novo prato para cozinhar, não deixa de pensar no seu amor quando ver algo legal numa vitrine do shopping, não deixe de beijar – isso é caso de vida, BEIJE-, nem deixem a cama esfriar – em alguns casos nem ferro de passar junto com aquecedor resolvem, entendem?-. Os planos mudam, os sonhos mudam, os pratos preferidos mudam, o restaurante xodó pode fechar as portas, a sogra fica chata, os amigos ficam repetitivos. Por isso, conversem, mantenham a atenção na vida do outro, precisamos ficar atentos as mudanças. Tem coisa mais chata que aqueles casais mudos na mesa do restaurante? Not!

Ah, cada um sabe seus segredo de cuidar, essas são apenas dicas gerais. Seu amor pode ser do tipo que nem liga para lingerie, ele gosta mesmo é de quando você cede e pega um filme de ação para assistir com ele. Ela pode detestar “mimimis” nas mensagens, pode achar pegajoso, ela pode só querer chegar em casa e ter uma panela de brigadeiro feita porque você sabia do dia estressante dela. Conheça sua relação e seu parceiro, e está tudo certo.

Vamo beijar, minha gente!

Vai ter o dia da briga, o dia da TPM, o dia do estresse, do mal humor, da falta de paciência, do “amor, não quero te ver hoje”, também terá a desculpa do “estou com dor de cabeça”, “hoje o dia foi cheio”. Não vamos ser bobos em achar que seu amor é tão especial que não terá essa chatice comum a todos. Provavelmente, um dia, anos e anos depois, filhos crescidos, nem o Kama Sutra vai fazer mais grande coisa na vida de vocês. Acredite, um dia você nem vai querer mais praticar a atividade predileta dos casais iniciantes. Mas, aí você saberá exatamente como é o café do ser amado, quanto tempo levará o banho, quantas horas levará para escolher a roupa… Sem deixar a peteca cair, se forem espertos e idosos animados, vão investir no pilates, no tango, na atividade que lhe dá movimento. Nesses casos, o casal tem muitas chances de sobreviver a qualquer rotina. Admiro essas duplas enérgicas, espero ser assim também. Aí sim, podemos chamar de amor especial, sobrevivente, pulsante.

Envelhecer rindo da vida

Mas, mesmo com essa coisa toda sobre você já saber tudo do outro, tudo parecer perfeito e feliz, a vida também faz suas graças. Meus queridos, vocês podem até conversar um sobre o outro, mas você nunca saberá o que o ele/ela está pensando, nem sonhando, nem desejando. Não temos o poder de controlar a mente e o coração de ninguém. E você nunca saberá se esse amor vai acabar na próxima segunda-feira ou em dez anos. Você nunca saberá se de um dia pro outro ele vai preferir a moça da mesa ao lado do café, se ela vai querer sair viajando por aí sozinha e achar você mais nada na vida dela. O amor não tem garantias. Isso mantém a graça, o frio na barriga, portanto, não importa quão felizes estejam, nunca percam o medo de perder.

Então, aproveita aí o dia 12 de junho, corre para fazer aquela surpresa que você não faz há anos. E se começou agora, para descobrir como surpreender. Afinal, “não é imortal, posto que é chama, mas é infinito enquanto dura”. Obrigada, Vinicius de Morais, pelos sonetos lindos.

😉

Gabi Albuquerque

Digno de capa de revista!

agosto 2, 2009 às 12:57 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , ,

OI!

luciano huck

Olha que fofucho o Luciano Huck na capa da RG Vogue! Adoro ele como apresentador antes mesmo dele ter aquela filharada lindaaa e se casar com Angélica. Agora que ele está “vida real” mesmo com as declarações nas páginas das revistas. Apesar da grana toda, né? Hahaha

Bjokas

Gabi Albuquerque

É a vez dos Meninos: Jamie Oliver

abril 20, 2009 às 4:20 am | Publicado em Uncategorized | 4 Comentários
Tags: , ,

OI!

Hoje é dia dos meninos! Alguns amigos andam passeando por aqui e toda a homenzada é bem vinda, portanto, mereceram um post especial!!! Escolhi um moço que admiro profissionalmente e bem famosinho no mundo inteiro: Jamie Oliver, provavelmente os meninos não devem prestar atenção nele, mas agora vão descobrir!

jamie-perfil

Nome: Jamie Oliver

Profissão: chef de cozinha, apesar dele não gostar muito dessa definição.

Idade: 34 aninhos, é jovem!

País: Inglaterra

Onde podemos encontrá-lo? No canal de Tv a cabo GNT, com dois programas: Truques do Oliver e Jamie Oliver.

Restaurantes: O Fifteen é o mais badalado, tem três filiais. Em Cornwall, em Amsterdam e em Londres. (Eles vendem uma blusinha fofa, eu tenhoooo!!!) Tem alguns outros restôs, mas aqui é sobre moda, né, gente?

Agora, vamos ao que interessa! O look do moço é bem casual e inglês, moderninho com um toque rústico, bem a cara dele.  Jamie Oliver deve ser do tipo que quando descobre uma peça legal não larga, porque em 90% das fotos, ele aparece com algum xadrez. Aliás, muitos homens são assim, deve ser medo de arriscar! No caso do chef, ele sabe combinar direitinho para não ficar caipira, né? A calça clara com all star surrado mais a camisa xadrez colorido é um bom look casual, assim como a combinação com a calça surrada e as sandálias. Já a camisa de xadrez clara (azul e branca, predominantemente) mais o jeans escuro, pode ser usado no trabalho (não formal) ou em um passeio, aconselho um sapato mais arrumado (tênis de couro ou sapatênis).

montagem-oliver-1

Reparem que ele sempre arregaça as mangas, é um charme e faz parte do estilo. E pelo visto a esposa também é adepta!

O moço também usa umas camisas de manga curta, de malha, como essa rosa! E ainda tem a frase divertida, esse modelo é muito comum aqui no Brasil ultimamente e é bem legal! No frio, esse casaco de  botão é legal porque no calor é só tirar uma ou duas peças da sobreposição, ok? Outro look de frio: jeans com moletom de linha (são os melhores, meninos, na região fria) porque não fica muito informal e é bem arrumadinho. E esses tênis são ótimos!

montagem-oliver-21

Olhem que pai fofo!

E nos looks de eventos formais que não exigem gravata, o blazer cinza grafite escuro com a camisa branca não fica básico demais já que o tecido do primeiro é muito lindo e de classe! Já o terno azul marinho, com a camisa azul mais clara e a gravatá clarinha é uma ótemaaa combinação para casamentos, formaturas e derivados (vejam o tom sobre tom). O outro look é clichê mas é ideal para quem não gosta de ousar.

montagem-oliver-3

No terno azul tem um detalhe em cetim na gola, lindo! E essa gravata torta, não repitam!

Meninos, prometo mais posts, resolvi não me alongar mais do que o pretendido porque sei a preferência de vocês por coisas praticas, né? Por isso, preciso de mais postagens para mais detalhes! E meninas, ajudem os moços com dificuldades!

 

Bjokas

Gabi Albuquerque

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.