Conversa de banheiro: quantos centímetros têm a elegância?

novembro 17, 2011 às 10:43 am | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , ,

Começamos com o de 5 centímetros. Ninguém quer se machucar bravamente na primeira tentativa. Passamos para o de 8cm, já deu pra treinar bastante. O auge do sucesso é quando chegamos no de 10cm. Nos jogamos e nos sentimos mais mulheres. Vocês sabem do que estou falando, né? Salto alto, oras, o que mais seria?! haha Eu sonhava com eles quando eu era criança, era tão adulto. Calçava os da minha mãe e saia batendo o piso da casa com aquele barulho de “toc-toc-toc” me denunciando. Um belo dia, feliz como nunca, ganhei meu próprio par e dali em diante foi crescendo uma coisa, a dor.

Ninguém me avisou que junto com o tal salto alto vinha o danado do calo, um solado dolorido, a perna doendo. Arrisquei um de 10cm e agulha na minha festa de 18 anos. Depois do parabéns estavam em cima da cadeira e eu dançando louca (claro, até de manhã). Eu juro, tentei aguentar todas as vezes e em todas as festas. Quase sempre tirei, mesmo calçando de novo depois. Por incrível que pareça consegui mantê-los nos meus pés mais tempo com o passar dos anos. Hoje por exemplo passei 10h perambulando em cima de um e não tirei. Na verdade, quase chorei por uma havaiana enquanto andava no sol das 15h e meus dedos choraram também, tenho certeza. Não houve clemência.

Mas, devo confessar, não desisto deles. É muito glamour para um calçado. Marilyn Monroe tinha razão, “não sei quem inventou o salto alto, mas todas as mulheres devem muito a esta pessoa”. Você se sente imponente. Imagina a mulher entrando na sala do trabalho, “toc-toc-toc”, rostos se viram. Você apenas olha pra frente com a segurança do mundo nos pés e vai levando a dor como quem conduz uma valsa.

Minha valsa é leva-los nos pés o quanto der, num dia de trabalho me fazendo grande (no melhor sentido da palavra), num de festa me fazendo poderosa. E no fim, levando-os nas mãos me fazendo uma mulher com sorriso nos lábios, passos dançantes e um calo dolorido. A mulher que sabe quando mais vale se divertir do que de estar mais alta, sabe quantos centímetros têm a elegância.

😉

Gabi Albuquerque

 

Anúncios

Quase Natal

novembro 3, 2011 às 2:38 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , ,

Já é novembro, já é tempo de Papai Noel chegar nos shoppings, nas lojas e nos sinais de trânsito. É o tempo de dizer: eitaaa, acabou o ano! É tempo de planejar, desejar, sonhar, pensar na viagem, onde vai em cada data deliciosa do final do ano. Eu já desejava comprar tudo isso aí, mas com o Natal chegando, já é tempo de lista de presentes. hehe

Salto nude para os dias de reunião externa, salto colorido para as baladas, a bolsa também para night e a rasteira para quando estiver com os pés cansados. Quem quer ser meu Papai Noel? Dia 25 de dezembro aguardo tudo isso na minha árvore, tem mais de um mês ainda. haha

Candidatos a Noel, aceito mesmo sem barriga, barba branca e sem casa no gelo. =)

Grata

😉

Gabi Albuquerque

Sendo despojada

outubro 25, 2011 às 1:11 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , , , ,

Todo mundo aqui sabe que sou do time do chinelo, né? Sou apaixonada pelos saltos, é claro, e os acho a coisa mais linda ever, mas é no chinelo que me encontro, que sou mais eu. Como estamos em pleno verão e toda população brasileira (e até européia) aderiu ao calçado, vamos entender um pouco mais dessa febre? De onde surgiu essa história de calçar uma coisa de borracha e sem glamour?

As primeiras sandálias brasileiras feitas de borracha foram produzidas em 1958, eram brancas com tiras e laterais da base azuis e com preço lá embaixo. Foi o estouro da marca Havaianas, chegaram a produzir 13 mil pares por dia. Pela produção em larga escala e pelo custo, durante 30 anos, o chinelo ficou conhecido como um reles acessório das classes sociais mais baixas. Mas, em 1991, a marca lançou um novo modelo chamado Havaianas Sky com cores fortes, propaganda com artistas, cara de rica e preço mais alto. Caiu no gosto de todo mundo, nada como uma repaginada artística para consumidores brasileiros.

Desde então, as Havaianas são vistas nos pés de artistas famosos ou de qualquer outro cidadão. Acabou que a marca virou ícone, qualquer chinelo de dedo visto, o primeiro nome que vem a cabeça do brasileiro é havaianas. Mas, em 2001 a Grandene lançou a Ipanema, também de borracha e com campanha contando com a musa Gisele Bündchen e um jingle marcante: “as anatômicas só Ipanema tem”. Como o Brasil tem comprador para todo mundo, afinal a terra é tropical e pede sandálias de dedo estilosas, as duas dividem o público fiel, no entanto a Havaianas ainda possui o maior número de pares vendidos, além de mais modelos.

Claro, com o tempo surgiram inúmeras sandálias de dedo, mas de borracha e com a ideia do despojado só tem essas duas mesmo.

Para completar o post, um look despojado e de chinelo. Aproveitando que foi aniversário dela essa semana, achei essa foto por aqui, e não tem nada mais a nossa cara do que a danada da sandália.

Despojada e feliz. Parabéns de novo, Irce!

😉

Gabi Albuquerque

O verão do palheiro

outubro 20, 2011 às 11:30 am | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , , , , , , , ,

Quando um material bomba nas araras e vitrines durante uma coleção, sai da frente. Com a tendência das espadrilles, então, juntou dois em um e haja sacola para tanta palha, né!? Os saltos, as bolsas, os chapéus e até bijous e cinto. E, claro, provavelmente a decoração da casa de praia ou do hotel da sua estadia nas férias de veraneio também será de? Palha. Deu pra notar que os fios do vegetal estão no auge da tendência do nosso verão, né? Já que é assim, vamos destrinchar esse babado.

Basta lembrar dos filmes da Idade Média e das aulas de história para notar um detalhe: a palha era coisa de plebeu. Do chinelo a vassoura, nenhum nobre iria se render ao material. Mas o mundo dá voltas meus caros, numa delas, nos anos 90, as crianças e adolescentes sonhavam com o modelito da espadrille – cujo salto é de corda/palha -, na época um pouco menos rústica que hoje. A sandália teve origem lá pelo século XIV entre os trabalhadores das docas, na França e Espanha, até o belo dia que alguma mocinha criadora de tendências usou pra alguma baladinha, haha. Até hoje é must have das européias todo verão.

Agora as brazucas voltaram a curtir o modelinho, eu amei porque é bem confortável. Só que brasileiro que é brasileiro vai além, ai nosso verão tem palha na espadrille e em trocentos modelos de sandálias e sapatos. Pode escolher pelo preço, pela beleza, pela cor e tudo mais.

Eu curti muito a espadrille original da C&A, não doeu o pé, assim como essa sandália ai da montagem, mas todos os outros palheiros mataram meus dedos. Os da Arezzo são aqueles bonzinhos de sempre – nessa coleção está mais tentador – e os da Schutz sempre ganham meu amor – os mais caros, incrivelmente, se encaixam nos meus solados, hehe. O da Farm nem precisa perguntar, algodão + rasteira = felicidade. Não provei os da Santa Lolla. Ah, também tem na Renner!

Fora os calçados, a palha também está arrasando nos chapéus e bolsas. Já disse que comprei o meu panamá carioca, né? Quanto as bolsas, acabou o tempo das estilosas praieiras permanecerem nas areias, é tempo de inovar. Só não vale usar tudo de uma vez, né?

*Balneário, esqueci o acento. Sorry!

Esse negócio de tendência acaba com o orçamento de qualquer um, já quero o sapato da Schutz (não esse da foto, mas um verde lindo que provei ontem), e essa bolsa “it bag“, além de ter curtido a espadrille da C&A. Posso ser rica quando mesmo?! haha Ah, podia rolar uma esteira daquelas de praia também, né? Sendo muy rica, me jogaria nas areias e seria feliz com minha água de coco. Sonha, Gabi!

Agora vocês escolhem alguma pecinha e se joguem, acho que estou pegando a doença da nossa ruiva consumista, Alissa. hehe

😉

Gabi Albuquerque

Delírios de consumo: O casamento

setembro 30, 2011 às 5:17 pm | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , ,

“Outro dia recebi um convite para um casamento. Ah, os casamentos… Uma das melhores festas, na minha singela opinião. Um monte de gente elegante, mulheres com seus glamorosos vestidos longos e brilhantes, homens de smoking ou terno. Um luxo.

Sempre fui fã de festas desse tipo. Festas onde os convidados precisam se preocupar milimetricamente com cada acessório que colocará no “grande dia”, assim como os noivos precisam.

Quando recebi o convite a primeira coisa que pensei foi: ‘preciso comprar um vestido!’. Ok, admito que deveria ter pensado primeiro no presente do casal, mas, deixei para depois. Enfim, conversando com familiares, minha avó falou: ‘por que não usa aquele da formatura? Ele é lindo!’ – realmente ele é PERFEITO, mas deixo para falar dele um outro dia, pois, ele merece um post só para ele!

Como toda mulher que se preze eu, logicamente, não queria repetir o vestido, por isso, os vestidos que eu já tinha em casa nem passaram pela minha cabeça na hora de pensar na roupa da festa.

Passaram-se alguns dias, o dia do casamento foi se aproximando, então, finalmente, peguei minha mãe pelo braço e fomos ao shopping. Entrei em uma, duas, três lojas. Um, dois, três shoppings. Nada me chamava atenção, nada me agradava plenamente. Comecei a ficar desanimada, desestimulada. Mas então decidi: vou alugar!

Chegando na casa de aluguel de vestidos, me deparei com um mundo de opções! Cores, cortes, brilhos, tamanhos, com alça fina, tomara que caia, um ombro apenas… E assim o avistei! Era um vestido curto, de um ombro só, com um corte na alça que formava um belo decote (nunca tinha usado nada parecido), preto e bronze, todo de paetês. Como disse a minha tia: um escândalo!

Rezei para todos os santos para que o vestido coubesse em mim e o milagre aconteceu, pois, ele ficou perfeito no meu corpo. Todos da loja elogiaram e disseram que tudo estava combinando comigo. Não pensei duas vezes e aluguei o vestido, mas não sem antes pedir para darem uma encurtadinha maior nele…

Vestido alugado, acessórios escolhidos. Sim, faltava alguma coisa, na minha opinião, o principal: o sapato!

No outro dia fui ao shopping e entrei em todas as lojas, finalmente, encontrando uma sandália preta, de salto fino. Ideal para a ocasião.

Na véspera do casamento, veio na minha cabeça que aquele vestido ficaria mais lindo ainda se eu usasse uma meia calça preta por baixo. Provei ele com o novo acessório e, realmente, ficou muito melhor. Então decidi que teria que comprar um outro sapato, já que com meia calça não daria para usar uma sandália aberta. Fui novamente ao shopping, mas não encontrei nada que ficasse bom nos meus pés (eu tenho um sério problema com calos, mas esse assunto também fica pra depois). Desisti.

Pensa que a saga acaba aqui? A história continua semana que vem…

😉

Alissa Ferreira

Das ruas: brilhando e colorindo o dia

setembro 21, 2011 às 4:04 am | Publicado em Uncategorized | 4 Comentários
Tags: , , , , , , ,

Roupa estampada passando por mim sempre chama atenção, afinal eu amo cor. Combinada com vermelho e um sapato com brilho cintilante, então, merecia foto para post. Alissa que me acompanhou nesse dia também identificou rapidamente o par azul. Kaká Marinho, diretamente de Maceió para visitar nossa terrinha, foi uma simpatia e posou pra um flagra de gente fina e roupa bonita.

Bom look para explicar um detalhe, Kaká não está color block, ela está colorida, hein? No caso do color, a gente trabalha com blocos de cores e faz um mix entre roupa e acessórios. Não vamos confundir tudo! Voltando ao flagra fashion, além da blusa estampada, o short vermelho modelo esportista também é tendência de verão, aquela máxima do hi-lo (high low = mesclar opostos) imperando no armário cada vez mais. Precisa comentar o sapato? Azul daqueles fechação. Agora pensemos: todo mundo pensaria em usar à noite, né? Mas tudo isso foi a tarde, só para provar a vocês que é possível brilhar de dia também. Fica a lição: fuja do senso comum. Ah, essa bolsa é tipo vício em Londres.

Se você não gosta de estar tão colorida mesmo no verão, pode optar por apenas uma peça estampada ou de tons fortes como o amarelo, azul royal, verde, rosa e por ai vai. No caso desse meu look investi no short e usei todo resto nude, por sinal ele parece conjunto da blusa de Kaká, mas a dela é de coração o meu é geométrico.

Viva o verão com opções pra todas! Se joguem que o sol está chegando para aquele bronze e nossas pernas serão mais vistas.

😉

Gabi Albuquerque

Look: dia de compras pede tênis e band-aid

maio 30, 2011 às 11:23 pm | Publicado em Uncategorized | 5 Comentários
Tags: , , , , , , , , , , ,

Dia de segunda é dia especial de coluninha por aqui, né? Mas a blogueira que vos fala não vive de blog e esta semana, o trabalho me consumiu, por isso não consegui escrever nada de bacana pra nossas segundas felizes. haha Mas não vamos ficar órfãs, só vai sair em outro dia, tá? Enquanto isso, um look pra animar a gente.

No dia do Shopping Day não levei a máquina porque sempre fico perdida olhando as coisas e esqueço completamente das fotos. Aproveitei que Nel estava com a dela e seus dotes fotográficos e pedi uns cliques do visual. haha Escolhi tudo confortável para a locomoção ser mais fácil, levei uns bad-aids na bolsa para não correr riscos e tentei levar juízo para as sacolas, mas como vocês já viram, não deu certo.

Olha Gabi de tênis, isso é quase inédito. Aproveitem!!!

Já postei esse tênis há um século, então vai de novo! É da Superga, acho lindo e maravilhoso, mas dá calo. Esse chato. Com o band-aid deu até certo, aguentei o dia todo, lembrando que sai as 13h30 e só cheguei às 22h, mas machucou mesmo assim, só meu nível de resistência deu a variada. A saia é aquela tipo couro da C&A, postei nos achados das fasts fashion outro dia. Blusa da Colcci, amo demais ela. Daquelas divertidas e molinhas, vocês já sabem desse meu amor por esses modelos. Bolsa, achei no armário de mamis, ela nem usa mais. Peguei pra mim, claro.

Não vou falar do evento de novo, nem do meu domingo feliz, né? Vocês já leram sobre os ataques consumistas de todas. Mas tem outra foto, Nelzinha me flagrou com a fichinha da coxinha, a gordura trans invadindo meu corpinho. haha

A danada tá boa de clique! Arrasou de verdade.

Sim, na blusa tem escrito: Pele é apenas para animais. 😉 Por favor, na moda do couro, vamos ser boazinhas com os bichinhos e usar sintético. Falar nisso, estou viciada nesta saia, as amigas que o digam, me veem nela quase todo fim de semana. hehe

😉

Gabi Albuquerque

Barulhinho no chão, vem um salto por aí

maio 12, 2011 às 8:08 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Ontem, estava lendo a revista Claudia deste mês e me deparei com uma entrevista delícia com o muso dos sapatos, aqueles de salto 12cm, Cristian Loubotin. O designer é bem conhecedor da espécie feminina e me pareceu bem sincero nas palavras, me ganhou com essa, né? (Nunca calcei um sapato da sola vermelha, famosão e caríssimo, mas um dia quem sabe não provo um par desse danado.) Bom, uma das coisas mais comentadas por ele, claro, foi o salto alto, levantador de panturrilha, empinador de bumbum, doador de uma postura de poder. Quem não se inquieta com aquele barulhinho – toc, toc – do solado batendo no chão – quem vem por ai? – não tem sensibilidade.

Loubotin e seu exemplar desejado

O salto alto é mais que um maneira de ganhar centímetros, principalmente os maiores, vai além. Mexe com nossa atitude, a mulher que você vê de salto agora não é a mesma da rasteira de horas atrás. Ela fala diferente, olha diferente, ela conquista diferente, ela ri diferente. Concordam? Algumas mulheres usam salto 24h, se for na padaria ou a reunião, a balada ou a festa infantil. Ou elas têm problemas com a altura ou gostam de ser poderosas sempre. Eu, inquieta como sou, gosto de alternar, afinal ser menos audaciosa vez ou outra não faz mal a ninguém. 😉

História: Salto alto > Não se sabe quem criou o salto alto, como já falei em outros posts a história dos sapatos é cheia de pormenores e indefinições. Mas no século XVII,  a corte do rei Luis XIV usava e abusava dos sapatos de salto, além das perucas. O rei era um tanto baixinho, por isso adorava essa moda de aumentar a estatura. haha Lembrando que na época, os homens também usavam os saltinhos.  Mas, o salto ficou realmente conhecido no reinado de Luís XV que deu nome ao salto largo na ponta e na base e afinado no meio. Segundo o mestre João Braga, o salto era peça exclusiva do vestuário masculino e apenas na corte de Luís XV passou a ser utilizado por mulheres. Hoje em dia, como disse Loubotin na Claudia, ninguém usa salto para pertencer a algum grupo, mas, sim, para proclamar sua individualidade. Espero, um dia, te entrevistar Loubotin. =)

Para mim, a primeira mulher que merecia uma foto é Carrie – Sarah Jessica Parker – porque ela é a diva do salto. Nos anos 90, quando Sex and the City começou sua trajetória, falando em sexo, moda e vida de mulher de verdade, deu uma certa reviravolta na cabeça da americana. Carrie, em algum episódio da 6ª temporada, não mais no anos 90, afirma o direito das solteiras ou ricas poderem comprar seus sapatos de salto de 500 dólares. É ou não é uma revolução? Durante as seis temporadas, Sarah se garantiu nos high heels, viu? Confesso, não sei se aguentaria. Afinal, bem sabemos: salto é lindo, mas dói muito. Calos e mais calos permearam a vida da atriz nessa época.

Não tinham como não falar nela neste post, não é só porque sou fã da série. Juro!

Já uma musa inesquecível quando unimos sensualidade e salto, é Merilyn Monroe. A loira cobiçada chegou a afirmar: não sei quem inventou o salto alto, mas todas as mulheres devem muito a esta pessoa. É muito diva, né? Tenho um quadrinho com uma foto dela na área de makes da minha bancada. Tem inspiração melhor? haha Se Carrie é vida real, Merilyn é como mundo dos sonhos dourados.

Uma mocinha de muito sucesso, ainda novinha, já está arrasando nos saltos. Emma Watson, daqui a alguns anos, você vira diva também, prevejo. Ela tem um estilo incrível e sabe combinar tudo com a idade dela. Uma fofa!

Ela é um bom exemplo daquela história das mudanças quando estamos de salto. Emma é super meiga, rostinho de menina boazinha, mas com esse sapato, meu bem! Ninguém segura mais a sensualidade dela.

Baixinha sem salto? Acho que Sandy só é vista no tamanho real pelo marido. Nunca vi a cantora sem um mínimo acréscimo de centímetros. haha

Difícil foi achar foto com look legal

Quer ser sensual? Sabrina Sato ensina. haha Sabrina é muito sexy, tem pernas invejáveis e está se vestindo direitinho. Ela me parece bem mulher real, mesmo gostosona. Pelas histórias do Ego, ela também sofre. Sem nunca deixar de lado os bons saltos. Claro.

Por último, a homérica Lady Gaga. Gaga não é só a cantora pop mais badalada do momento, ela nos faz esperar o próximo visual maluco. E ela amaaaa um salto daqueles fatais, absurdos de andar, mas ela consegue andar normalmente neles. Ai Gaga de que mundo tu saiste?

Depois dessa homenagem ao salto alto, graças a Loubotin, digo a vocês um conselho: se você não sabe usar os bons centimetros, não arrisque. Sair tropeçando é a treva e nada sensual, viu? Ao invés de ganhar poder, ganha micos. Começa com o baixinho e vai treinando em casa com os mais altos.

Agora, com vocês duas frases do Sir Loubotin para gente levar para a vida:

“Salto alto pode até incomodar, mas é como um relacionamento: você aceita coisas ruins por amor”.

“Se realmente estiver disposta (a usar saltos), vai descobrir um jeito de superar esses obstáculos (dor). Mesmo que esse jeito seja beber vodca com tônica”.

Depois dessa, vocês ainda vão renegar os bons saltos? Se joga!

😉

Gabi Albuquerque

Look de mãe real

maio 11, 2011 às 6:39 pm | Publicado em Uncategorized | 5 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Desde a semana passada que quero fazer essas fotos, mas mainha não gosta muito de aparecer e nem de foto. Mas depois de muita luta, no domingo, Dia das Mães, ela cedeu. Né por nada não mas minha mama é linda, viu? Parece minha irmã de tão jovem. Foto com vestidinho bem a cara dela, somos todas fãs de vestido deve ser genética, e esse sapato arrasante. É triste ela não usar os sapatos do meu tamanho. haha

Foi um Dia das Mães bem lindo, como deve ser, com risadas, com tias, primos, vós e família toda. Almoço em casa para não estressar nos restaurantes, presentes pela manhã na hora do café. Mainha na cozinha para não perder o pudim de leite, e eu com minha massa especial. Ah, as três brindaram com a champagne comprada especialmente para a data. Pronto, tem coisa melhor?! Como teve mais de uma foto legal, vai mais uma!

Fotos na varandinha já que mais um vez tivemos Recife frio e nublado não deu condições de poses na rua. Fiz até um registro da vista do céu cinza, não curto muito esse clima viu?! Prefiro um solzão, mas… É bom eu me acostumar!

Look da semana bem diferente do usual, uma mulher madura sem deixar de curtir umas modernidades. Ela fica ligada nas tendências, mais que eu até! E se ela me pergunta daquela blusa da moda e eu não sei de nada, ela se abusa. haha Aproveitem porque Mamis dificilmente topará de novo. haha

Vestido: Totem

Sapato: Avesso. É, essa loja está na vida da família toda.

😉

Gabi Albuquerque

Falando em sandália…

abril 28, 2011 às 3:40 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Outra turma que adora uma sandália é a dos alternativos, leia-se aqueles cuja vibe é cult.

“Venho falando muito em tribos por aqui, né? Nunca é segregação, nunca é generalizado, sabe? Mas os grupos existem e sabemos das características de cada um, agora, por exemplo, tem um novo: it girl, deveria ser mínimo, mas o povo adora banalizar, né? Ai já virou tribo também. Toda regra tem excessão e não acho justo só dar a geral. Precisava comentar isso. Mas acho lindo mesmo é a diversidade.”

Então, a turma alterna do Recife e cinéfilos do país inteiro se preparam para o Cine PE 2011, um festival de curtas e longas metragem badalado e cheio de novidade boa. Este ano o evento rola do dia 30 de abril a 06 de maio, no Centro de Convenções, em Olinda. Comemorando 15 anos de sucesso, hoje reconhecido nacionalmente, homenageia artistas como Wagner Moura, Camila Pitanga, o cineasta Zelito Viana e o filme Baile Perfumado. E o que a sandália tem haver com isso?

Bom, a Ipanema distribuirá pares da sandália Ipanema RJ, desenhada por Oskar Metsavaht, estilista da Osklen, no Cine PE deste ano. Essa aqui ó:

Inspirada no estilo carioca e na geografia de Ipanema, a sandália não agride o meio ambiente. Assim como toda a linha Ipanema, é produzida a partir de uma fórmula exclusiva (um composto de polímeros, PVC) 100% reciclável. 

Como falei no post anterior, o pessoal do Rio adora um chinelo, mas aqui no Recife também é um calçado muito usado por causa do clima. Com menos naturalidade que no Rio, acredito. Por aqui ainda é coisa da tribo alterna, eita cidade provinciana, viu? haha

Tem de outras cores também para combinar com o look. =) Verde, azul, roxa, vermelha e essa rosa.

Se você não vai ao Cine PE ou se não conseguir pegar a sua, a sandália pode ser encontrada nas lojas Osklen do Brasil e do exterior (Nova York, Tókio, Milão, Roma, Lisboa, Cascais e Porto) ao custo de $39.

Ah, o site do Cine PE é este aqui: http://www.cine-pe.com.br/ Lá você vê a programação, as promoções, as homenagens e tudo mais. Vai perder?! Deixa esse provincianismo de lado e corre lá, gente! Garanto pelo menos um filme bom.

😉

Gabi Albuquerque

Look: eu e meu chinelo

abril 28, 2011 às 2:56 am | Publicado em Uncategorized | 5 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Esses dias reparei que sou uma daquelas pessoas que não negam as raízes. Como uma boa jornalista, – a maioria de comunicação, não vou generalizar – adoro uma sandália. Na faculdade, boa parte da minha turma usava a danada todo dia, incluindo eu. E não excluo o par das minhas atividades gerais, muito menos classifico-o como coisa de praia. haha Segundo minha mãe é simples demais e desvaloriza o visual, mas fazer o que, né? É coisa minha mesmo. Só não dá para trabalhar nem transformar em farda. Tinha época que eu usava para ir ao shopping, ao café, a padaria, a qualquer canto. Entendeu? Tempos de vício, mas passou. =)

O look de hoje é em homenagem a essa minha paixão, é normal me verem por aí perambulando com um par. Acompanhem o visual todo arrumadinho combinado com minha famosa sandália de borracha. (Os gringos adoram, haha.)

Olheira mode on, devia ter colocado o óculos

Eu acho muito lindo quando vejo os looks do povo do Rio, felizes da vida com seus pares de sandálias. Devia ser carioca?! Queria que Recife fosse assim. Ah, e não considerem a marca, gosto de todassss. Essa tenho há um tempão e continua da mesma cor. Conforto também é um aliado desse calçado.

Mas como sou moça arrumadinha, haha, coloquei esse casaco com o cinto para ficar bem meigo e não parecer uma largadona.

Mais uma foto, cuja grama engoliu meu pé, mas tem o mar de fundo, bem fundo mesmo – mal se vê. O mar é meu outro vício, é minha paz. Tem ótimo efeito contra TPM.

Vestido: Totem

Casaco: algum lugar que papai comprou. haha

Bolsa: a amarela de sempre

Cinto: esse é achado, viu? $2 no centro da cidade. Arrasando! Comprei três!!!

Sandália: Havaiana

Então fica combinado, usarei minhas sandálias sempre, mas prometo caprichar no resto para compensar. haha E se libertem também! Uma boa é deixar um par no carro, quando cansar ou esticar até algum canto, só é colocar. =)

Fotos: Marília Albuquerque (vulgo mana)

Fica a dica!

Gabi Albuquerque

Achado: oxford C&A

abril 13, 2011 às 4:02 am | Publicado em Uncategorized | 8 Comentários
Tags: , , , ,

Passeio no shopping sem passar na C&A não é passeio, né? Minha irmã sempre reclama porque toda vez que vamos ao cinema, invento de ir na minha lojinha de achados. hahaha Hoje não foi diferente, enquanto dava um tempinho para ir na inauguração de uma loja especializado em moda para homem aqui do Recife – post amanhã – fui bater perna.

Depois de ir na Santa Lolla, aquela do atendimento péssimo, e na Arezzo em busca do meu oxford de salto alto e preto, resolvi ver as blusinhas da C&A, e? Acheiii gente! Bem mais barato que nas outras, claro. hehehe

Olha que lindo! Provei para testar logo se ia doer muito. E deu tudo certo. Também tinha uma sapatilha com amarrações no tornozelo, mas como o meu é muito fino, ficou sambando. E não tirei foto porque com minha máquina nada discreta, ia ser expulsa da loja, né?

Olha o precinho aí, tá que não é aquele super preço baixo da C&A. Mas convenhamos que a fast fashion tem investido cada vez mais nas tendências e, com isso, os preços tendem a subir. Fora que o poder de compra da classe C, público alvo da loja, está cada vez maior. Paguei sem dramas porque o da Arezzo era no mínimo $230.

Aguardem, toda terça um achadinho para alegrar sua vida de consumidora! =D

Bjokas

Gabi Albuquerque

Especial: a bota que a gente usa o ano inteiro

abril 8, 2011 às 6:11 am | Publicado em Uncategorized | 7 Comentários
Tags: , , , , , , ,

Hoje é dia de muita foto, hein gente? Preparem os dedos para salvar várias!

Bom, faz um tempinho que as ankles boots ou open boots entraram no nosso guarda roupa, né? Há muitas temporadas, mulheres fãs de sapatos correm para adquirir os modelos mais diferentes, principalmente com cadarços. Eu, como boa “sapatoholic”, haha, sonhei muito com o meu par na temporada passada, mas não comprei. Resisti já que não achei o dos meus sonhos. Mas agora cismei que precisava do meu e fui a caça. Achei e lá embaixo mostro.

Como as open boots estão nos pés das mulheres de todos os cantos do Brasil e mundo afora, resolvi fazer esse especial com as fotos de looks lindos com essa belezura.

**Aprendendo moda! –» Sapatos: Fui pesquisar sobre as botas e descobri que só a história dos sapatos é cheia de mistérios. Segundo Linda O’ Keeffe, no livro Sapatos: Uma festa de sapatos de salto, sandálias, chinelos…, o acessório foi criado na Mesopotâmia em forma de sandália com o objetivo de ajudar os homens a atravessarem as montanhas. Então, não se sabe exatamente quando surgiu a bota, mas no Império Romano os esquadrões já usavam as de cano curto. Já o salto alto passou a simbolizar vaidade e sofisticação a partir de 1533, com os sapatos de Catarina de Médicis, importados de Florença a Paris, para seu casamento com o Duque de Orleans. Daí, basta a gente somar a bota com o salto e temos o sonho feminino. Mas se o salto só ganhou status em 1553, podemos dizer que faz pouco tempo de sonho realizado. E quando esses mega sapatos se tornaram open? Acho que foi quando alguém quis usá-la mesmo no verão. haha #opinião de reles Gabi. Mas, acho bota super fetiche, dá uma sensualidade especial, independente do modelo.

O que eu destaco no uso das open boots é o fato de você poder usar tanto com um look podrinho, mais rock, mais largado, e nesse caso, ela vai dar o toque feminino com o salto. Quanto você pode usar  com aqueles vestido meigo, aquela saia rodada, a blusinha de renda mais romântica do guarda roupa, e ai ela dá o peso que o visual precisa por ser inspirada nos oxfords, ou seja, sapatos masculinos.

Olha o exemplo da fotógrafa clicada para o The Sartorialist.

Look básico com pontos de cor, adoro isso. Cachecol vermelho e a ankle linda e arrasante no tom azul royal e de salto grosso para não doer o pé. Moça esperta!

Já Sabrina Sato, sempre mostrando suas pernas malhadas, escolheu o visual largado para seu par.

Adorei a blusa! Juro que achava que Sabrina ia ser uma daquelas piriguetes com looks podres, mas ela arrasa, né?

Ai a gente vê uma saia super meiga, como essa de Emma Watson, combinada com uma super open e a jaqueta meio rock, e achamos lindo. Nova combinação! Esse look queria para mim.

A boot é delicada, notaram? Tem transparências que deixam o calçado mais feminino.

Já a polêmica Rihanna que adora causar com o visual, optou pelo vestido soltinho, florido, super verão mistura com um quase coturno, mas é aberto na frente, então é open. (jura, Gabi? haha)

Outro versão é do look de Gwyneth Paltrow no tapete vermelho. Terninho e open boots é uma boa combinação, mas achei muito fraco para a ocasião. Pelo menos uma calça para ajudar na elegância, gente!

E esse despojado da americana e blogueira Emily? Dá vontade de usar amanhã! A gata está super tendência, viu? Jeans, bolsa pasta, lenço no cabelo e sua bota querida para fechar.

O de Fernanda Paes Leme é super balada. Esse vestido pega bofe ajuda, né? Mas eu não usaria o sapato dessa cor, ficou muito oposto ao resto do look. Ficaria bacana com uma cor mais forte, tipo vermelho ou chumbo.

E a atriz de Gossip Girl Taylor Momsen, que faz Jenny, mostra outro look de balada, mais jovem e para pernas lindas. Isso é numa cena da série, parece que Taylor surtou e não anda muito bem no mundo celebrie.

A meia calça é a aliada de sempre no inverno! Nunca esqueçam isso.

Mais um look com calça para não ser injusta.

Calça militar, colete e a ankle com tachinhas. Salvem para o inverno, esse é um super look 2011.

E essa é a que eu comprei, apenas a primeira! Pretendo adiquirir uma preta ainda. hehe

Comprei a minha numa lojinha de bairro. Quem mora no Recife, foi na Rua da Hora, loja Neto Calçados, e tem váriossss modelos diferentes por lá.

Espero que tenham muito inspiração de looks com essa ankles lindas e que assim como eu fiquem querendo todos os modelos. hahaha Malvada! Repito, salvem as fotos, criem uma pastinha no pc só para cliques de looks e isso ajudará muito.

Bjokas

Gabi Albuquerque

A ponta dos pés no militarismo

abril 6, 2011 às 3:11 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , , ,

Quando eu penso em sapato, a primeira palavra que me vem a cabeça é conforto. E como não sou adepta dos tênis isso é um problema, principalmente em dias de trabalho. Daí que me joguei no mundo das sapatilhas, lindas, elegantes quando necessário e, claro, confortáveis. Mas quem quer saber disso, né Gabi? Toda essa história da minha saga de pés cansados é para falar da New Order.

A marca da minha primeira sapatilha está com uma coleção linda nas prateleiras. O outono/inverno vem com tudo inspirado no universo militar com uma pitada das graciosas bailarinas. Como misturar militares com delicadeza? Vamos conferir as fotos!

Coturnos como esse verde musgo com cadarços, mas com o bico redondo lembrando as sapatilhas de ponta.

Uma rasteira, ótima para nós sem inverno, de camurça e numa cor neutra, tendência na temporada.

A ponta desse scarpin é a cara das bailarinas, né? E ainda tem uma cordinha atrás imitando a maneira como as dançarinas amarram suas sapatilhas.

E um exemplo das famosas sapatilhas da grife! Prestem atenção na textura diferenciada com brilho. Muito útil nas saídas à noite, como no último post do happy hour.

E aí vem as bolsas, adorei essa pequena. Usaria muito no fim de semana, quando já estou cansada do peso da grande e ainda caberia minha máquina o que é uma grande vantagem.

Também gostei dessa que é estilo sacola. Cabe tudo naqueles dias de correria.

Notaram que a camuflagem é feita com desenhos de bailarinas?!

Lembrando que a New Order é uma marca favorita de jovens. É arrojada, sempre tem uma bossa, um estilo diferente. As meninas que buscam o diferencial nos acessórios costumam curtir a loja e além do mais, os sapatos são confortáveis. Mas, como disse num post recente, a moda não tem mais regras, podemos usar calça vermelha aos 30 e aos 16 anos, portanto não se acanhem moças maduras, eu sei que vocês também adorammm um  item fashion.

Simmm, a marca nacional tem um blog muito bacana, cheio de dicas de como usar as peças à venda. É lindo!

New Order

Shopping Recife – Boa Viagem

Plaza Shopping – Casa Forte

Bjokas

Gabi Albuquerque

 

Inverno não é mais só o pretinho básico

março 25, 2011 às 9:32 pm | Publicado em Uncategorized | 5 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Quando começa a temporada outono/inverno e as botas de cano alto surgem nas vitrines, nós, moradoras de local com temperaturas amenas nessa época do ano, ficamos só desejando o item nunca usado ou compra com a desculpa de usar quando for viajar (eu uso essa balela sempre haha).  Assim vivemos até o ano passado, sem pensar muito em look de inverno, usavamos basicamente a mesma coisa! Talvez aumentasse as saídas com uma calça comprida. Digo ano passado porque por incrível que pareça, fez um friozinho bom danado, usei até meia calça com short. Quem diria?! Mudanças climáticas que eram globais chegaram aqui.

Essa explicação toda é para chegar num ponto importante mas pouco pensado, empresários e marcas que avaliam esses detalhes climáticos antes de encher as araras de suas lojas com um inverno/verão clichê. Um bom exemplo nacional é a Arezzo que fez três tipos de coleção, uma para o clima  frio, outra para ameno e outra para quente. Esperta, né? E o exemplo local, é a Cris Pontual, dona da Avesso (preciso repetir que é a minha loja preferida do Recife? Acho que não, né? haha).

Cris trouxe para os/as recifenses uma coleção tropical. Na loja, muito branco, muita cor e todas as peças podem ser adaptadas ao frio e calor da cidade. Seguindo tendências da moda global, como uso do branco com marrom, camisas de seda femininas, alfaitaria, mas sem deixar de ser Recife.

Fotografei alguns looks que provei antes para testar o caimento e me provocar desejos consumistas, haha, e para vocês conferirem o que os espera por lá!

1. Estampa

Essa bata da Totem fica o poder com esse short. A jogada: se estiver frio: meia calça ou troca o short por uma calça jeans ou alfaiataria. Fica lindo com a sandália ankle (foto lá embaixo!).

O detalhe do cinto. Às vezes a gente nem valoriza o cinto, mas é um acessório cada vez mais visto. Um bom investimento: os coloridos e os de estampa animal. 😉

2. Casaco leve

Esses casacos são ótimos para usar nas salas geladas por ar condicionado e nos dias de clima indecisos porque se esfriar, coloca, e se esquentar, tira. No inverno, ando com um na bolsa, o melhor é que nem amassa.

Detalhe dos botões! Delicadeza e um toque de cor com brilho.

Outro casaco lindo é esse de animal print, ainda por cima colorido (quero para ontem, minha cara!). Além da blusa de Lennon, né? Quem resiste a esses óculos redondos?! Ah, como tem estampa, cuidado quando for combinar, hein?!

3. Cor e blazer

Azul bic nesse blazer com cara de boyfriend. Pode ser combinado com vestidos delicados, shorts, blusa básica e blusa de seda, além do jeans, ou seja, uma boa compra porque é versátil. “O color blocking está em alta no inverno, por isso tantas cores nas araras e vitrine da Avesso”, disse Cris Pontual. Viu, pessoal? Pode usar cor a vontade! Já viram em outros blogs e revista, quanto look de calça colorida? Pois é o color blocking.

4. Vestido

E inverno também tem vestido. Dia frio, meia calça e bota resolvem e no dia ameno, uma sapatilha ou uma ankle boot (aquelas dos cadarços ou mais pesadas) asseguram o look fashion. A pulseira está linda também, é de tecido.

Imaginem a noite fria, evento para ir e você chega com esse vestido? Arrasa né? Ele fecha com chave de ouro a sessão de roupas, viu? E mistura vários materiais, paetês, cetim e pêlo no cinto que segundo Cris, é uma tendência nessa temporada.

Ps: Se eu fosse para uma mega festa amanhã, compraria!

5. Sapatos

Sapatos com cadarço e com salto estão em alta e acho ótimo porque fica menos looks românticos over. Esse é ultra confortável, calcei e quase não tiro mais. Da Luiza Barcelos, minha musa dos sapatos.

Essa não tinha meu número, ai não provei. Mas é linda também né? Salto grosso é perfeito para não destruir nossos pés. Também da Luiza Barcelos.

Imagina o estilo com esse chapeú e o tênis? Serve para meninas e meninos, arrasa! Bem Jason Mraz, no caso dos meninos.

Leitores queridos que não são de Recife, todos os itens podem ser encontrados no mesmo estilo em outras lojas e marcas. Este post pode ajudar na hora de montar o look inverno! Mas, se não acharem, vocês ligam para a Avesso que pode passar o contato da marca da roupa ou sapato, tá? Que ai vocês tentam encomendar diretamente com a grife.

Olha nossa foto com a Cris! Esses potinhos tem o cheiro da loja, preparadas por Luluca Pontes, que é delícia e que agora povoa meu guarda roupa.

Cris Pontual, eu, Karol Nogueira (Apartamento Fashion) e Aline Ramos (Papo nada cabeça)

Foto: Maria Chaves

Loja Avesso -Villa Felicidade

Avenida Rui Barbosa, 806, Graças, Recife

Telefone: 81 – 3301 7690

Twitter: @lojaavesso

Cris, brigada pela hospitalidade de sempre e pelas explicações de tudo!

Bjokas

Gabi Albuquerque

 

Voltando no tempo

outubro 23, 2010 às 4:47 am | Publicado em Uncategorized | 5 Comentários
Tags: , , , , , ,

Oi!! Apareci de novo, iebaaaa!!!

Aproveitei um tempinho rápido, apesar do cansaço, para mostrar meu look de hoje. Mereceu, viu?! Não que estivesse muito arrumada, mas usei uma coisa que não uso há anosssss. haha A última vez que calcei um tênis para sair,eu tinha uns 15 anos, isso mesmo, faz um certo tempo, né? Enfim, tênis pra mim é coisa de academia, acho bonito em algumas meninas, só que não é muito minha cara. Mas, nessa temporada de verão, os danados voltaram super modernosos, com florzinhas e tudo, também vi uns super fofos na New Order com estampa de oncinha. Já estava pensando na possibilidade de comprar um e sempre pirangava, até o dia que o father trouxe um modelinho pra mim de Sampa. Não resisti. É lindo, pichado, colorido, diferente, imaginei mil looks com ele. E daí que hoje foi o primeiro deles:

A foto não está lá essas coisas, pedi a minha irmã para tirar correndo porque eu estava mega atrasada, a coitada fez o favor do bem. Ignorem minha cara de sono também. E a saia vocês já viram por aqui, haha, estou viciada nela. Bom, hoje quis esse post porque é um look vida real, estava indo entrevistar uma fonte super bacana (um grafiteiro, o Galo) e sabia que ia andar muito. Minha realidade pelo menos. Quando ganhei, achei a estampa bem tie-dye (aquela bem hippie), mas agora tô achando que só usaram essa técnica no cadarço, o restado é pichado/grafitado. Aproveito a fala de Galo para usar aqui, grafitagem não é só muro e paredes, pode se expandir e esse é o exemplo perfeito. Foto bem de perto:

A única má notícia é que fez calo pra caramba. O que foi péssimo nas minhas andadas sem band-aid. Estou a procura de uma solução para isso, machucou o calcanhar, sabe? Não quero perder meu pichadinho, me apeguei. hahaha Aceito sugestões para solucionar meu caso.

Blusa: C&A, $19,90

Saia: Bacchus, esqueci, mas já postei ela por aqui.

Bolsa: Lacoste, nem dá pra ver direito, foi presente

Tênis: Superga, presente. O site da marca nos EUA está linkado no nome, mas é italiana. Twitter brasileiro: SupergaBrasil

Bjokas

Gabi Albuquerque

O verão já está batendo na porta…

agosto 19, 2010 às 7:15 pm | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

O verão, o sol, o calor, as praias, sorvete, piscina, viagens… Esses itens estão sempre na minha lista do “amo muito tudo isso”, haha, e claro, fui muito feliz encontrar as blogueiras queridas na minha loja predileta do Recife, a Avesso, e conferir a coleção de Verão. Nunca neguei aqui no blog, sempre comprei lá e falo bem mesmo, sem receber nadinha, porque merecem. Indico de verdade! Voltando ao verão, cada peça linda, muitas tendênciasque dão vontade de solzinho agora e muitas cores, estampas, detalhes maravilhosos… A Totem como sempre cheia de estampas legais, algumas super diferentes, outras meio iguais ao verão passado, mas são sempre irresistiveis.

E que tal alegrar o dia usando laranja? A cor das boas energias, vibrante, está com tudo nessa temporada. É ótimo para melhorar o humor de um dia muito mais ou menos.

Sapatos mocassins coloridos – tendência masculina – e essa sandália linda, rasteirinha, bem tudo de bom para passeios diurnos. Ah, a loja está com a sessão masculina bem legal, hein?! Camisas, bermudas, tênis, sandálias e até underwear!

Tem coisa mais linda que essa sandália preta? Nãooo, quero agora! haha E esse “par” sapatos mais bolsa animado? Adorei para usar no trabalho, arrumado e divertido ao mesmo tempo. Oncinha tá em alta.

Detalhes de mangas, costas de algumas peças. Babados e transparências estão em quase tudo por lá. Muitos vestidos com esses detalhes na parte superior, como o preto com colorido ai em cima, ou com rendinhas trabalhadas como o branco. Blusas  com mangas bem diferentes também conquistaram a mulherada.

Mais colorido!!! E essa blusinha cheia de renda bordada, coisa linda, é ótima para usar com peças que seguem as tendências militares, jeans lavados… Relógios exclusivos da loja, hein? São alemães e pode trocar tanto a pulseira quanto o quadradinho do ponteiro. Super coloridos e com material ótimo para piscinas, praias e afins.

Ufa, quanta coisa né? KKK Meninas que estiverem por Recife passem por lá, tem marcas como Totem, Redley, Carmim, Reserva, Sommer, Cavalera, Osklen e muitoooo mais.

Avesso

Av Rui Barbosa, 806. Graças

tel: 3301 7692

Bjokas

Gabi Albuquerque

Segunda-feira fashionista

agosto 16, 2010 às 4:53 pm | Publicado em Uncategorized | 4 Comentários
Tags: , , , , ,

Em plena segunda chego com day work, né? É para isnpirar a nossa semana, hahaha… Bom, tirei foto desse look na cabine da C&A antes de provar as novidades da loja – não curtir quase nada, não vestiu legal – e foi o momento que lembrei da máquina dentro da bolsa. Hahaha Esse visual é para mostrar que podemos usar calças jeans sem ser apenas com camisetas e que terninho nem sempre é o mais legal para um dia de trabalho. Se você tiver um emprego tranquilo e sem muitas regras, é uma ótima!

Blusinha lindaa que achei na Zara por $39, calça jeans da Colcci, sapatilha Melissa. O cinto eu roubei de um vestido da minha irmã e tô viciada nele, é ótima para saias de cintura alta e blusas soltonas. É um bom truque para marcar as cinturas brasileiras.

A sapatilha é um caso a parte. Fiquei super feliz quando ganhei, uma Chanel inspired, né? Cores lindas, mas meus pés não ficaram nada felizes. Doloridos e com calos, pediram socorro. Muito triste, raramente tenho sorte com Melissas!

Espero que inspire uma semana bem fashionista pra vocês! E sem calos nos pés.

Bjoka

Gabi Albuquerque

Frio? É só aquecer os pés

junho 17, 2010 às 5:08 am | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , ,

Gente, finalmente, depois de um verão prolongando, Recife se rende ao inverno. Inverno nordestino, claro. Chuvas nos visitam todos os dias e com isso o guarda roupa fica mais feliz podendo variar as peças quentinhas, sobreposições e os queridos sapatos. No sul, sudeste e centro-oeste do Brasil já está friozinho! Vamos comemorar escolhendo modelitos para os pés?

Esses são os pares perfeitos para os dias mais frios que merecem meia calça ou não! Me apaixonei por essa azul e a preta furadinha. Nos locais menos frios é melhor as botas mais curtinhas ou ankle porque a gente pode combinar com shorts e saias sem meia. Nos felizardos dos pontos frios do país podem separar os canos longos e se aquecer com diversos modelos. Ah, o mais felizardos ainda, os viajantes, se joguem nas compras… Hahaha

Nicole Richie está aquecidinha combinando o sapato oxford com meia e cachecol. Jessica Biel toda trabalhada no preto, enquanto Taylor está super verão com a unkle cinza. Já Vic Beckham, phyna como sempre, nem precisou da meia, né? Lembrem-se que no hemisfério norte é verão por isso estão lights.

Cano longo! De salto baixo aos mais altos sempre dão o toque charmoso. A blogueira Betty super fofa combinando cores, eu amei a saia. Taylor com a calça justinha por dentro da bota, esse estilo fica ótimo nas magrinhas. E as não magrelas tipo ela, podem investir em calças menos justas e blusas mais folgadinhas e compridas. Blogueira linda, Emily, usando a animal prints na bata, arrasou e nem ficou vulgar! Nicole Kidman sendo uma mamãe agasalhada.

Outro sapatinho que amamos no inverno e são super confortáveis para passear, trabalhar, é a sapatilha. Olha quantos modelinhos lindos! Pontudinhas, redondas, bailarinas, com cadarço, laços. Para as mais streets ou esportivas, usar tênis é uma boa! Tem uns lindos na New Order, estampados!

Famosas com sapatilha? Sempre tem! Escolhi a dama Sarcozy, Carla Bruni, super fina sentadinha com a clássica preta. Betty escolheu a caramelo e usou meia de outra cor, bem escura, fez o contraste e ficou fofa, super adaptável para nós. Reese com as pontudinhas, esse modelo deu charme ao look super básico. E Rachel Bilson sempre arrasa na sapatilha, usa com short, saia, calça e vestido! Certa ela.

E vocês já tiraram os sapatos do armário? 😉

Bjokas

Gabi Albuquerque

Lindas como ninguém…

abril 26, 2010 às 6:02 pm | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , ,

OI!

Vi o novo comercial da Arezzo na TV e não resisti, é lindo e com cantoras lindas! Dessa vez quem estrela a campanha de inverno da marca queridinha são as descobertas da MPB, Ana Cañas, Maria Gadú, Roberta Sá e Mariana Aydar. O make foi de Daniel Hernandez e o styling é de Flávia Pommianosky.

Segue o vídeo que achei no You Tube, estou com a impressão que na televisão dura um pouco mais. Enfim, confira as imagens lindas e de super bom gosto.

Bjokas

Gabi Albuquerque

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.