Cliques que valem: charme à la française

março 12, 2012 às 1:31 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Lendo meus livros de referência, redescobri uma das mulheres mais admiráveis do mundo e que ganhou até bolsa com nome dela. Jane Birkin, atriz e cantora, inspiração da bolsa Hermès mais amada e cobiçada do mundo fashion luxuoso, a Birkin. Mas, Jane não é dessas que se importam com o preço, a marca, o status. Aí está a graça da inglesa mais francesa que existe. Deve ter sido os ares franceses, os tempos de mulher de Serge Gainsbourg ou porque ela nasceu assim mesmo com um charme francês incrível e uma simplicidade de babar. Achei essa foto linda, tirada nos anos 70, um clique e tanto, né?

Aí você vê a pessoa de jeans, camiseta e trança e deseja estar igual a ela. Não é algo como Carla Bruni?! O que danado a França tem me pergunto que faz essas mágicas, tudo que é simples vira cobiçado. Ai ai.

Essa aqui é Jane com Charlotte, a filha também cantora e atriz. A danada nascida em Londres também tem um charme française, e mais: já ganhou a admiração das francesas. Ô genética!

Lindas, atemporais e sem afetação. ❤

😉

Gabi

Anúncios

Figurino de cinema, glamour e nosso armário

fevereiro 28, 2012 às 12:17 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , ,

Há muito tempo atrás, nos tempos de ouro de Hollywood, ninguém assistia seriados e novelas, ninguém queria copiar Tereza Cristina, nem tão pouco Babalu – se você não lembra dela, pesquise no Google hehe – e nem aquela moça do Clone. Naqueles tempos, bapho mesmo era ter um look como o figurino do cinema, uma coisa bem Audrey Hepburn e John Travolta. Tudo isso me veio a cabeça porque no último domingo tivemos o Oscar, fui conferir os ganhadores, e o vencedor de melhor figurino foi O Artista, ambientado nos anos 20.

O Artista é em preto e branco e o trabalho do figurinista era e é sempre mais tenso quando não há cores. Como mostrar o glamour e o brilho daquela década sem colorir? Conferi as fotos – ainda não vi o filme – e de fato, Mark Bridges mereceu tal prêmio, aquela beleza e delicadeza da década de 20 são retratadas com riqueza.

O Artista, vencedor do Oscar 2012.

Eu queria ser dessas pessoas que prestam mais atenção nos detalhes de roupa de cinema, sabe? Entender cada detalhe, porque o diretor usou essa cor e não aquela.  Mas não, não sou. Queria também poder explicar essas coisas todas as vocês, mas a única coisa que consigo perceber é quando usam uma cor muito forte, como vermelho, para transmitir alegria, sedução, maldade. Sentimentos intensos pedem vermelho nos filmes, é assim em A dança dos vampiros, Love Story e muitos outros. Até na novela das 18h estão usando o truque, a tenista Ana só usa vermelho quando está bem, notaram?

Dança dos Vampiros, Polanski.

Claro que como louca por moda, tenho minhas predileções por Bonequinha de Luxo – sempre, sempre, sempre – e a maioria dos figurinos de Audrey feitos por Givanchy, a maioria de Almodóvar tem um toque de sedução imperdível, Meia noite em Paris – delicioso – , Alice no país das maravilhas, Quem quer ser um milionário?, O diabo veste Prada e por aí vai. Sinto dizer que o filme Sex and the city costuma me decepcionar neste quesito.

Tudo sobre minha mãe, Almodóvar.

Então, gente, tudo isso é pra dar uma ideia. Que tal a gente glamourizar nossos looks com mais inspiração no cinema?! Sai do senso comum, sempre deixa a nossa mente trabalhando e tem tanta beleza, né? Às vezes voltar aos hábitos antigos é uma ótima e filme sempre tem o personagem que a gente se identifica, afinal escolhemos pelo estilo, roteiro, então se aproxima mais dos nossos gostos. Seriados seguem a mesma ideia, são boas inspirações também, até quando você não vê, mas curte. Eu não assisto Gossip Girl, li os livros, mas – mesmo sem querer – sempre acabo pendendo pro lado Blair. Em Sex and the city – minha paixão – por Carrie. No fim das contas, a gente mistura tudo, coisas da rua, e viramos nós.

Vou testar usar mais “pérolas” por me lembrar Audrey e misturar com a bagunça de Almodóvar, será que isso dá certo?!

😉

Gabi

Cliques que valem: flash back

fevereiro 23, 2012 às 1:50 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , ,

Um tanto de delicadeza, uma pitada de feminilidade e leveza, essa é a ideia do clique de hoje. Um flash back aos anos 20, época linda cheia de pérolas e vestido com cintura baixa. A ideia surgiu porque ontem vi de novo Meia Noite em Paris, super recomendo, e o clima de nostalgia pintado por Woody Allen trouxe a memória mulheres assim:

Nada melhor para um pós Carnaval, né? A mistura do caricato com o romântico. E se você quiser dar uma graça no look deixando ele mais 20′, colar de pérolas, rendas, tecidos levinhos e chapéu são algumas das marcas da época. Très romantique, non?

E hoje recomeça o ano, hein?! Força, pessoal. Se puderem me doar um pouco, aceito. Ainda estou em ritmo de feriado. haha

😉

Gabi

Cliques que valem: a risada

fevereiro 3, 2012 às 4:46 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Passo uma semana sumida e volto com sorriso, estou perdoada. haha Lembra da ideia de postar aqui as cenas da vida que você fotografaria se tivesse com a câmera? E não estando, com aquele movimento dos dedos? Está explicadinho neste post. Para dar a ideia e inspirar vocês, vou liberar um dos meus. Numa das inúmeras risadas de uma viagem muito feliz com uma amiga muito querida, sim  estávamos com a máquina.

Nem coloquei filtros e efeitos, o flagra puro aí de Priscilla Olegario entraria pro meu álbum de momentos espontâneos. Pronto, depois disso vocês perdoam a blogueira sumida e começam uma coletânea de fotos dessas pra vocês, né? É relíquia das boas. E como hoje é sexta e já é Carnaval aqui nas terras recifenses, nos gusta ouvir a atração do dia nas prévias queridas.

Me gusta fim de semana!

😉

Gabi

Tudo acontece em…

janeiro 25, 2012 às 4:08 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , , ,

Vocês já viram aquele filme “Tudo acontece em Elizabethtown”? Se não, recomendo e prometo não contar nada que destrua sua curiosidade. Se sim, vai entender melhor. A personagem de Kirsten Dunst é uma aeromoça, mas bem pé no chão, e durante todo o filme quando alguma coisa bacana acontece ela faz o gesto de fotografar mesmo sem a máquina em mãos (sabe aquele que a gente mexe o dedo fingindo clicar? Pronto!). É como se fosse para ela registrar na mente, entende? Aonde eu quero chegar é: que “cliques” espontâneos você daria sobre você mesmo? E levando para moda, com que roupa estaria?

No filme, lembro dela fazendo isso quando o carinha fofo está indo embora no aeroporto, ele de costas, ela vai lá e clique! Se não me falha a memória, ele usa uma calça jeans, camisa preta e o terno carregado naqueles sacos de lavanderia. Ela com a farda de aero. Que tal a gente começar a fazer isso? Sendo com a máquina ou não, para registrar as coisas que acontecem no seu mundo. Já pensou daqui a 3o anos os amigos vendo e lembrando daquele roupa que será, então, ridícula? Vou colocar o projeto em prática e começar a postar aqui, que cês acham, hein!?

Alguns exemplos de fotos do meu então livro de fotos de um tudo: fazendo bolo (é uma imagem linda mulher cozinhando e bolo é minha paixão), no notebook sentada na mesa, deitada na rede com um livro, tomando café, gargalhando e etc etc… Mãos à obra, queridos fotógrafos de vida real. Ah, se você é de Recife e quer deixar os registros mais profissa, que tal um curso?

Opinem aí na nova ideia que me empolguei. hehe Começando semana que vem, beleza?

😉

Gabi

Cliques que valem: viagem

janeiro 24, 2012 às 12:56 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Ontem, antes de dormir, estava lendo Danuza Leão – recomendo muito só pelo tanto de coisa que ela já viveu – e tinha lá no livro um trecho falando de todos os museus que ela já foi e trocentas cidades visitadas, na hora me deu vontade mesmo de pegar minha mala e sair direto pro aeroporto com a sensação de “o que estou fazendo aqui com esse mundo todinho lá fora?”. Tenho dessas vontades mesmo, sair por aí, e sempre esteve nos meus planos gastar parte do meu dinheiro em viagens, isso é fato. Não foi à toa meus dias – saudosos – em Londres e por isso, o clique de hoje é de lá. Na verdade, mais de um. hehe

Portobello Road

Não vim para mostrar os locais lotados de gente querendo aparecer numa foto junto com o Big Ben. Um dos meus lugares prediletos era Notting Hill, cheio de turista também, mas muito mais real com os vendedores de peças antigas – desde talheres a máquinas fotográficas – , de roupinhas bacanas, de discos antigos de rock, do jazz ao fundo enquanto você caminha, as comidas ali ao seu alcance na hora da fome.

Parte divertida: sair provando todos os enfeites de cabelo e óculos pelas barracas. Provavelmente alguém vai reclamar, como a cara de brava da mulher ao fundo. haha Arrisca mesmo assim e tira a foto o mais rápido possível. Se a barraca for de um lord inglês, ele vai achar o máximo.

Esse é o melhor cupcake que já comi na vida. Tinha uma lojinha deles na minha rua – oh tentação – mas sempre foi mais divertido comer pelas ruas de Notting Hill mesmo, enquanto eu esperava Hugh Grant e seu sorriso matador. É da Hummingbird Bakery e o sabor: red velvet. No mesmo dia dessas fotos, fui jantar num restaurante árabe com a turma de amigos – um deles é da Arábia Saudita – e estava na época do Ramadhan (jejum até mais ou menos 20h30 da noite). Vale as fotos de lá também.

O cardápio.  A gente escolheu a opção das 15 libras por pessoa para poder provar de tudo.

E veio tudo isso aí, a maioria muito delícia. Menos o café, parecia não cuado ou algo assim, desisti depois do segundo gole.

Hoje não vale só o clique, vale a visita. Seja do outro lado do oceano ou não, uma viagem que a gente se entrega nunca é só uma viagem. Nada de cama de hotel, tv a cabo de hotel ou comida do bar – exceto na noite da chegada, quando você só quer deitar. Aí para completar a ideia, quando acordei virei um livro que comprei ontem e estava lá lindamente me olhando a seguinte frase “você não está vivendo se não souber como viver” Fabio Volo, no livro O tempo que eu queria.

Fica a dica.

😉

Gabi

Cliques que valem: moda por dois

janeiro 16, 2012 às 3:38 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , ,

Para começar a semana com lindos sorrisos e esse clima de felicidade da foto.

A foto está no The Sartorialist, mas é de uma campanha da Tifanny chamada “True love in pictures”. Falando de moda, olha quanta lindeza no coque despretensioso, no lenço do pescoço, uma simplicidade cheia de classe.

Uma semana cheia desses sorrisos pra vocês.

😉

Gabi Albuquerque

Os anos 80′ estão de volta?!

janeiro 9, 2012 às 1:35 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , ,

Se você lembra da moda das meias lurex usadas com sandálias, das Melissas coloridas, da saia de babados ou do famoso bustiê, se prepare, eles parecem estar querendo voltar. Recuperem aí da memória – se você não tiver passado por essa época vá ao Google – os tempos coloridos com cara de Carmem Miranda e observem essa foto da Vogue UK de fevereiro de 2012.

É ou não é a volta dos anos 80?! O ensaio se chama Little Miss Sunshine e foi feito no Arizona com as lentes de Patrick Demarchelier. Os looks são compostos por grifes como Aertex, Chloe, Paul Smith, Louis Vuitton, Prada, Yves Saint Laurent, Balenciaga, Nina Ricci e mais, todas lançadoras de tendências.

Estamos a um passo de voltar a dançar com a Senhora Lauper que foi must have naquela década.

E aí? Vocês acham que daqui a pouco estaremos de meia e sandália de novo?

😉

Gabi

É verão, bom sinal, já é tempo

janeiro 3, 2012 às 12:01 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Feliz 2012, pessoall!!!! Que seja um ano lindo para todos nós. Bom, chegou o sol, chegou verão e chegou meia folga. Sim, meia porque estarei na praia com o computador. Estou viajando hoje, mas volto rapidinho, na sexta (06) e enquanto isso o blog vai ficar de férias. Vocês podem passear a vontade nos posts antigo, combinado?

Como é férias pela metade não vou dar conta do blog e do mar. Bom, paraíso estou chegandoo!!

Bons dias de sol, meus queridos.

😉

Gabi

Cliques que valem: um meio riso e o efeito de luz

dezembro 26, 2011 às 3:37 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , ,

Sempre que vou escolher a foto para essa sessão, dou preferência as de homem porque já falamos das roupas das mulheres o tempo todo, né? haha Ah, e acho uma graça as fotografias cheias de expressão deles, uns tímidos, outros não sabem o que fazer, alguns ficam sérios. Esse meio riso veio de Nova York, clique do The Sartorialist. Prestem atenção no detalhe do blazer todo cheio de cor combinado com calça cinza risca de giz.

Agora, uma foto que há muito tempo não coloco aqui. O tal look do dia é sempre uma complicação de fotografar, sabe? haha No dia da Ceia, pedi a minha irmã para fazer esse favor, mas a luz não estava das melhores. Mesmo assim, com um efeito de luz aí do Photoshop, a fiz publicável.

Vocês quase não me veem, mas o que importa é a roupa! Vestido da Bacchus, cinto Juana Moura (o anel também, mas não dá pra ver), sapato da Schutz. Prontinho, esse clique nem valia tanto, mas era Natal, né? haha

😉

Gabi

Cliques que valem: maturidade

dezembro 7, 2011 às 3:12 pm | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , , , , ,

Tem coisas que só um cabelo branco e uma ruga fazem. Nem precisa falar mais, não precisa explicar o porquê dessas fotos, basta ver. Aliás, deixa eu dizer uma coisa: quando você vê um clique desse, a reação é parar e observar, mas bom mesmo é ver ao vivo, né? Deixo vocês com o gostinho.

Fotos: Sartorialist, Google Imagens, Sartorialist

Até paletó pede estilo, gente! Entendam estilo como algo além de roupa, é pessoal, é atitude, é sorriso.

😉

Gabi Albuquerque

Cliques que valem: bota um sorriso no rosto e vem

novembro 21, 2011 às 1:01 pm | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , ,

Se você ainda não sabia o que era estilo, chegou o momento de entender. Um sorriso, segurança e a certeza de que vai arrasar no brilho e nas cores, assim como nas rugas. Estilo é como vinho, minhas caras leitoras, quanto mais maduro melhor. A sabedoria da gata está na pouquíssima maquiagem, pra quê esconder a idade, né? Oscar Wilde já dizia “desconfie da mulher que diz a verdadeira idade, se ela diz isso, é capaz de dizer qualquer coisa.”.

Foto: The Sartorialist, nosso divo, e foi em Paris, tinha que ser!

Mulheres admiráveis essas francesas, viu?! Pronto, a receita delas é essa: felicidade é se aceitar do jeito que a gente é, estilo é ser você. Olha que comunhão coerente!

😉

Gabi Albuquerque

Cliques que valem: fecha o olho

outubro 31, 2011 às 12:33 pm | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , ,

Hoje é Halloween, pensei em colocar uma foto com fantasias ou abóboras para vocês se divertirem. Mas ai eu vi essa outra foto do Rogério Vasconcelos e babei nesses mega cílios postiços. Então, por que não? É um pouco do mistério da data, comemoradíssima nos Estados Unidos e Europa. Aqui no Brasil nunca colou a não ser nas festas de curso de inglês, acho que o Carnaval já é suficiente para a gente expor nossas fantasias e muito mais que isso.

Fica a inspiração da segunda com essa maquiagem bem boneca incrivelmente bem feita.

😉

Gabi Albuquerque

Hoje eu queria…

outubro 27, 2011 às 2:07 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , ,

Hoje eu queria estar off e deitada nesse banco aí. Quem me leva?!

Foto: Antonella Arismendi

Se puder vir com o vestido igual, também aceito.

😉

Gabi Albuquerque

Antonella Arismendi

Cliques que valem: expressão

outubro 24, 2011 às 12:39 pm | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário
Tags: , , , ,

Hoje temos expressões e não roupas. Mulheres e não modelos. Pessoas e não manequins. Os cliques do fotógrafo Hannes Caspar me prenderam a atenção na manhã da segunda-feira sem qualquer esforço. Me fizeram parar o que eu estava fazendo para contemplar. Merecia partilhar essa beleza com vocês.

A arte de bagunçar o cabelo.

Minha preferida.

Tem mais cliques dele aqui.

E nesta segunda, desejo uma semana mais humana e menos objetos, mais naturalidade.

😉

Gabi Albuquerque

Domingão

outubro 23, 2011 às 5:58 pm | Publicado em Uncategorized | 2 Comentários
Tags: , , , ,

Sabe como é, hoje é domingo, perdi a hora do post de domingueira. Era para ter saído mais cedo do forno, agora todo mundo já está mazelado ou no cinema ou indo comer pizza. Mas a música é fofa, as imagens são fofas, então vale, né?

Agora, quem precisa se curar da preguiça sou eu, afinal domingo é um dia perfeito pra dirigir cantando e livremente porque a cidade está vazia. AMO! Aí escolhi uma fofissima para você cantar alto no quarto, no carro, na praia. Cantar baixinho só se for no ouvido de alguém especial.

E quando eu estiver louco, subitamente se afaste…

Bom domingo, aliás noite de domingo.

😉

Gabi Albuquerque

Cliques que valem: uma bike e um terno

outubro 18, 2011 às 11:25 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Os cliques do The Sartorialist sempre merecem post. E essa é daquelas fotos que nem precisam palavras, em plena Milão.

vibe europeia

Essa moda podia vir pro Brasil, né? Mas com o calor daqui, os caras iriam sem camisa e as meninas de biquíni. haha Seria a hora de pegar o bronze.

Cliquem lá que o street style do nosso querido fotógrafo arrasa.

😉

Gabi Albuquerque

Moda equilibrada

outubro 10, 2011 às 3:21 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Para uma semana equilibrada e sem salto alto.

Foto: Steven Meisel

O clique foi para o ensaio The Discipline of Fashion para a Vogue Itália de setembro. Vi no blog Fashiontography, muito bom para as fashionistas fãs de boa fotografia.

Segunda feira, para o alto e avante.

😉

Gabi Albuquerque

Conversa de banheiro: bolo macho x bolo fêmea

outubro 5, 2011 às 4:01 pm | Publicado em Uncategorized | 3 Comentários
Tags: , , , ,

Essas conversas só surgem em lugares improváveis mesmo, tipo banheiro ou no trânsito dentro do ônibus. Primeiro, o que seria um bolo fêmea? Febre das febres das moçoilas do mundo fashion, o cupcake roubou a cena tal e qual Gossip Girl substituiu The O.C. Isso mesmo, o bolinho cheio de cobertura, gordura trans e calorias, ficou famoso mesmo nos tempos de Sex and the city, ainda nos Estados Unidos. A loja Magnolia Bakery, onde Carrie ia se lambuzar, até hoje tem filas para gulosos loucos para provar o astro. Mas, aqui no Brasil, ele se tornou famoso há uns 2 anos, quando todo mundo quis comer e compra e, claro, mostrar umas as outras o modelo mais bonito da pasta americana. Bolo mais fêmeo que esse não tem.

Além de fêmea, é do tipo cocota

No meio desse fuzuê em torno da massa dentro de um papel manteiga, nos lembramos do bolinho de bacia (assim chamado em Pernambuco, com variações como bolo de saia). É basicamente a mesma coisa do cupcake só que macho, sem cobertura e sem fofura. Mas o cupcake fez fama, num estilo meio drag queen de ser, e o bolo de bacia foi esquecido, agora ninguém pede café com ele, pede com o bolo fêmea. Afinal, cupcake é tendência.

Brasileiro adora uns nomes americanizados, portanto acho difícil esquecerem o cupcake, pelo menos até surgir algo novo, como sei lá, ao invés de bem casado, happily married. Há quem ache que isso seria mais um exemplo das mulheres dominando o mercado de trabalho?! haha Até o bolo virou mulher. Quero só ver onde isso vai parar, se tudo de consumo for virando feminino, será um Deus nos acuda, né? Vou ser machista agora, quero meu bolinho de bacia de volta. Aliás continuo comendo ele, minha mãe sempre traz da padaria e normalmente isso me deixa bem feliz, exceto pela dieta indo embora. Ninguém vive só de estrógeno.

Também como cupcakes fofos, com coberturas elaboradas e tudo – isso inclusive mas faz ter pena de devorá-los. Mas enjoa, né? Já pensou um mundo só de mulher?! Não ia sobrar uma pra contar história. Todo mundo precisa de um testosterona vez em quando que o diga o bairro da Lapa. Começo a temer uma revolução de comportamento, alguns homens já estão mais vaidosos, cuidam dos filhos, cozinham e ajudam em casa. Acho isso fantástico, óbvio, mas imagina se eles passam a tomar café com cupcake?

Deixo aqui meu protesto pelo aumento de produção do bolo de bacia, o macho da história do bolo. Pense num bolinho bom, sem frescura, vendido da padaria ao boteco e até pelo ambulante. Porque mimimi cansa, viu? Se liguem! haha

😉

Gabi Albuquerque

Boêmia, aquele abraço

outubro 4, 2011 às 8:05 pm | Publicado em Uncategorized | 4 Comentários
Tags: , , , , , , ,

Uma das melhores lembranças da minha fase escolar é a parte dos livros paradidáticos, eu lia todos antes do ano letivo começar, rata de papel como sempre. Imagino que minha paixão pelo Rio de Janeiro começou naquela época, quando eu lia os romances que descreviam os tempos boêmios. E precisei esperar até semana passada para realizar o desejo de conhecer a cidade maravilhosa, com o acréscimo do sonho de ir ao Rock in Rio. Foram duas realizações numa viagem só, arrasei, vai! Chegando lá não foi preciso muito esforço para perceber, o Rio ainda é boêmio, ainda tem aquela magia do botequim, do chopp, do chapéu panamá, da malandragem, do flerte. E o que isso tem haver com moda, né? Boemia diz respeito a artistas que procuram definir seus valores em contraposição a burguesia e onde a arte é fundamental. Qual jeito mais rápido da gente se diferenciar de outras tribos? No estilo! É uma formar de dizer a que veio, de que lado você está. É a mesma coisa de quem usa preto para pertencer ao rock ou faz moicano para ser punk. 😉

Quando pensamos em cariocas, qual roupa vem na cabeça? Biquíni. Fio dental de preferência. Mas, vamos além, o estilo carioca nos anos da bossa nova. Lembra do paletó branco, calça branca de linho, chapéu? Pois bem, roupa é sempre um jeito de auto afirmação, de conquistar espaço, moda é cultura, gente.

Carlinhos de Jesus no maior estilo carioca

Foi com esse espirito de encanto que cheguei no Rio e lá que me apaixonei de vez pela cidade (Londres não foi traída, cada uma tem sua finalidade). Com a amiga Piu Olegario de lado, parea de primeira, fomos em busca daqueles passeios de descobrir coisas e não ir onde todo mundo vai. O Flamengo é viajar no tempo, o calor do Catete, do povo na rua, a livraria com livros a $10. Caminhar pelas ruas e beira mar da praia do Flamengo é também um banho de auto estima, viu? Recomendo roteiro carioca as solteiras de plantão e as compromissadas a fim de renovar estoque de elogios.

Praia do Flamengo

Outro ponto do estilo carioca, perambulei do Flamengo a Copacabana e ninguém estava nem aí pro meu chinelo. Gente Recife precisa se libertar dessa mania julgadora, liberdade de roupa é o que há! Voltando a boemia, eu entendi perfeitamente porque todos querem a vida carioca. Me peguei cantarolando várias vezes no meio da rua, vi as pessoas jogando, correndo, indo a praia e sendo felizes sem aquela cara de pressa, de estresse. TPM?! Cadê? haha O Rio é isso, beleza, Copacabana, bares, Lapa, garotas de Ipanema, colorido, verão, simpatia.

O estilo boêmio é marcado pela despreocupação, está atrelado a malandragem, ao movimento artístico e literário, com inicio no século XIX. Mas no Rio, ele continuou porque é esse estilo de vida mesmo, leve, “nem aí”. A Lapa é o berço da boemia carioca e até hoje é frequentado por tais, valorizando sempre o copo de cerveja, claro.

Agora, fiquemos com as fotos da cidade maravilhosa e boemia.

Piu, a parea, com short mais carioca impossível

Prá passear a beira-mar, Copacabana

Panamás lindo e maravilhosos entre 25 e 35 reais, na praia de Copacabana

Look colorido com chinelo no pé, liberdade (Metrô)

Rio de Janeiro, aquele abraço de volto logo. Um obrigado especial a Regiane pelas dicas e pela companhia (mesmo rápida), foi um achado de vida em plena metrópole londrina. E um aperto de mão, abraço apertado e muitos sorrisos para Piu, que essa seja a primeira de muitas trips.

Aguardem o post sobre o Rock in Rio.

😉

Gabi Albuquerque

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.